Bolsonaro convida Damares para disputar o Senado por São Paulo

'O convite foi feito, o Tarcísio gostou desta possibilidade, conversei com a Damares e ela ainda não se decidiu', disse
-Publicidade-
Presidente Jair Bolsonaro e ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves | Foto: Reprodução/Redes Sociais
Presidente Jair Bolsonaro e ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves | Foto: Reprodução/Redes Sociais

O presidente Jair Bolsonaro revelou nesta quarta-feira, 19, ter convidado a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, para disputar o Senado pelo Estado de São Paulo.

Em entrevista ao programa “Os Pingos Nos Is”, da Jovem Pan, Bolsonaro esclareceu que o martelo não foi batido pois a ministra ainda não se decidiu sobre a questão.

-Publicidade-

“Eu posso adiantar uma possível senadora, possível, deixar bem claro, para São Paulo. Se quiser posso adiantar o nome dela, ministra Damares. Possível candidata ao Senado”, afirmou.

Na semana passada, Bolsonaro anunciou que o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, “topou ser pré-candidato” ao governo paulista.

Hoje, o presidente disse que o ministro viu com bons olhos a possibilidade de Damares Alves disputar o senado pelo Estado.

“O convite foi feito, o Tarcísio gostou desta possibilidade, conversei com a Damares e ela ainda não se decidiu”, declarou.

Na entrevista, Bolsonaro também foi questionado sobre quem vai ser escolher para ser candidato à vice caso ele dispute à reeleição à Presidência da República.

“Logicamente tem um vice que é do coração e da razão também que a gente vai anunciar na hora certa. Anunciando agora é só complicação, confusão”, pontou. “Nós não podemos aqui queimar a largada”.

Entre os cotados para disputar a eleição na chapa do Bolsonaro está o ministro da Defesa, Braga Netto, e a ministra da Agricultura, Tereza Cristina.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

9 comentários Ver comentários

  1. O mimizento do Weintraub a única coisa que faz é dividir a direita, não é confiável, não agrega e quer como outros pseudos direitistas pensar apenas em projetos pessoais, é um oportunista. Se quiser sobreviver na política que se candidate a deputado estadual ou federal, mesmo assim duvido que seja eleito até para vereador.

  2. Preferível Weintraub em São Paulo e Damares no Amapá! “Matariam dois coelhos com uma cajadada só” com essa arrumação (tirariam o Alcolumbre e o Serra da jogada e ainda ganhariam o Weintraub). Ainda que não seja “tão confiável”, com certeza não vai “furar o olho” do governo. Pode até trazer a vantagem de puxar a discussão ainda mais para a “direita”, equilibrando as discussões no Senado!

  3. Que diferença da quadrilha anterior formada por Fernando Henrique seboso , luladrão , dimoka “a burra”..e seus cupinchas..imaginem só se continuarmos assim…..logo seremos um país modelo….AVANTE BRASIL

  4. Essa aí vem repetidamente defendendo causas feministas sob um falso manto conservador em diversas lives pela internet. Péssima indicação, confio no presidente e na indicação do Tarcísio mas nessa mulher não voto de forma alguma, ele precisa repensar essa indicação ao senado, qualquer conservador que tenha um mínimo de consciência não vai confiar seu voto numa pessoa que veladamente arrota feminismo sempre que tem oportunidade.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.