Bolsonaro decide vetar integralmente ‘fundão’ de R$ 5,7 bilhões

Decisão foi sacramentada depois de reunião com ministros; veto deve ser publicado até o fim do dia no Diário Oficial
-Publicidade-
O presidente Jair Bolsonaro vetará aumento do 'fundão' para R$ 5,7 bilhões
O presidente Jair Bolsonaro vetará aumento do 'fundão' para R$ 5,7 bilhões | Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro bateu o martelo nesta sexta-feira, 20, e decidiu vetar integralmente o artigo da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) aprovado pelo Congresso Nacional que determinava o aumento do chamado “fundão” eleitoral dos atuais R$ 2 bilhões para R$ 5,7 bilhões.

O veto deve ser publicado ainda hoje, até o fim do dia, em edição extra do Diário Oficial da União.

Leia mais: “Bolsonaro ‘tem de vetar’ o aumento do ‘fundão’, diz Paulo Eduardo Martins”

-Publicidade-

A decisão de Bolsonaro foi sacramentada depois de uma reunião com os ministros da Casa Civil, Ciro Nogueira; da Economia, Paulo Guedes; e da Secretaria de Governo, Flávia Arruda.

Leia mais: “Bolsonaro admite que ‘fundão’ pode ficar em R$ 4 bilhões”

O novo valor do “fundão” será definido na votação do Orçamento Geral da União. A equipe econômica do governo defende a correção pela inflação do valor estipulado para as eleições de 2018.

Leia também: “Congresso articula-se para liberar R$ 7 bilhões a partidos em 2022”

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro