-Publicidade-

Bolsonaro edita MP com reforço em R$ 3 bilhões para o Bolsa Família

Medida foi anunciada na semana passada. Recursos devem ser suficientes para incluir 1,5 milhão de pessoas no programa

Medida foi anunciada na semana passada. Recursos devem ser suficientes para incluir 1,5 milhão de pessoas no programa

O presidente Jair Bolsonaro editou nesta quarta-feira, 25, Medida Provisória abrindo crédito suplementar de R$ 3 bilhões para o programa Bolsa Família, em decorrência da crise do coronavírus.

A medida foi anunciada na semana passada, como um dos itens do pacote de R$ 147 bilhões para amenizar os efeitos econômicos relacionados à quarentena forçada no País. Com essa suplementação orçamentária, o governo federal pretende incluir 1,5 milhão de famílias no programa durante o ano de 2020.

O público-alvo do Bolsa Família é formado, prioritariamente, por famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais, e de pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178 mensais por membro. O benefício médio pago a cada família é de R$ 189,21.

Além dos R$ 3 bilhões destinados ao programa, o governo federal também liberou crédito extraordinário de R$ 200 milhões para o Ministério da Defesa; outros R$ 100 milhões para o Ministério da Ciência e Tecnologia e outros R$ 65 milhões para o Ministério das Relações Exteriores.

 

*Com informações da Agência Brasil

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês