Bolsonaro fala em plano contra a covid-19 e cita o STF

"Preciso ter autoridade", afirmou o chefe do Executivo
-Publicidade-
O presidente é alvo de pressão de prefeitos e governadores para impôr um "toque de recolher nacional"
O presidente é alvo de pressão de prefeitos e governadores para impôr um "toque de recolher nacional" | Foto: Marcos Correa/PR

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que tem um plano contra o surto de covid-19. No entanto, para aplicá-lo, é necessário que o Supremo Tribunal Federal (STF) permita, segundo o chefe do Executivo. “Se eu tiver poder para decidir, eu tenho o meu projeto pronto para pôr em prática no Brasil. Agora, preciso ter autoridade. Se o STF achar que pode dar o devido comando desta causa ao poder central, que eu entendo ser legítimo, eu estou pronto”, afirmou, em entrevista coletiva, na noite de ontem. Desde o ano passado, Bolsonaro se queixa da decisão da Corte de reconhecer a competência de Estados e municípios no enfrentamento ao coronavírus. O presidente é alvo de pressão de prefeitos e governadores para impôr um “toque de recolher nacional”.

Leia também: “O fracasso do lockdown”, reportagem publicada na Edição 45 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.