-Publicidade-

Bolsonaro garante que não vai ter lockdown nacional: ‘Estou me lixando para 2022’

Presidente lamentou as mortes, mas disse que o coronavírus vai permanecer e não é possível ficar vendo o país empobrecer
Presidente Jair Bolsonaro em Santa Catarina| Foto: Moniacris/Ishoot/Estadão Conteúdo
Presidente Jair Bolsonaro em Santa Catarina| Foto: Moniacris/Ishoot/Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro garantiu nesta quarta-feira, 7, que não vai impor lockdown nacional e que as Forças Armadas não vão ajudar governadores no cumprimento de medidas restritivas. Ele também disse não estar preocupado com as eleições de 2022.

Bolsonaro disse ser necessário buscar alternativas e que não aceitará a política do “fique em casa e fecha tudo”. O presidente lamentou as mortes, mas disse que o coronavírus permanecerá por muito tempo e é necessário conviver com a doença, não sendo possível ficar vendo o país empobrecer.

Leia mais: “Governador do PT ameaça acionar o STF contra a Anvisa”

“Estou me lixando para 2022. Vai ter uma pancada de candidatos aí, e seria muito mais fácil a gente ficar quieto ou se acomodar, não tocar neste assunto ou atender, como alguns querem da minha parte, que eu posso fazer, um lockdown nacional. Não vai ter lockdown nacional”, afirmou.

As declarações foram dadas em visita a Chapecó, em Santa Catarina, onde o prefeito da cidade, João Rodrigues (PSD), adota o tratamento precoce contra a covid-19.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.