Bolsonaro garante que vai vetar venda de terras a estrangeiros

Projeto do senador Irajá Abreu foi aprovado no Senado e segue para a Câmara dos Deputados
-Publicidade-

Projeto do senador Irajá Abreu foi aprovado no Senado e segue para a Câmara dos Deputados

Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro | Foto: Alan Santos/PR
-Publicidade-

O presidente Jair Bolsonaro garantiu na quinta-feira 24, que, caso seja aprovado pelo Congresso, vai vetar um projeto de lei que facilita que estrangeiros comprem propriedades rurais no Brasil.

Pelas redes sociais, o presidente voltou ao tema na sexta-feira 25 afirmando: “Eu já me decidi caso o PL seja aprovado no Congresso. E você, qual a sua opinião?”

Leia mais: Distribuidoras de energia estão no radar de desestatizações

“Não pode acontecer isso no Brasil. Passou no Senado, vai para a Câmara e, se a Câmara aprovar, tem o veto meu. Aí o Congresso vai derrubar ou não o veto. Falta patriotismo para nós. Não podemos permitir que o Brasil seja comprado”, destacou Bolsonaro na live de quinta-feira 24.

O projeto do senador Irajá Abreu (PSD-TO) foi aprovado no Senado no dia 15 de dezembro e segue para a Câmara dos Deputados.

A proposta revoga lei de 1970 que regula a aquisição de imóvel rural por estrangeiros. Cidadãos ou empresas de outra nacionalidade poderão comprar áreas rurais até o limite de 25% do território do município.

Há restrições maiores para terrenos localizados na região da Amazônia e também em áreas de fronteiras.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

19 comments

  1. Estão falando de vender terras ou de vender uma parte do PAÍS? Estrangeiros “”estranhos”” que imporiam suas LEIS em nosso solo? Montariam exércitos a dominar como um câncer a vizinhança? A terra é DOS brasileiros, de TODOS os Brasileiros! Não há o menor sentido de vendê-la! Tem noção de quantos antepassados nossos deram a vida para ampliar nossas fronteiras? Já pensou em comprar um país? Que tal comprar o Uruguai? Outra cultura, outro idioma etc. Terra não se compra nem se vende! Terra se CONQUISTA! Abram bem, mas muito bem os olhos!!!

  2. A Rússia vendeu o Alasca aos Estados Unidos por uma ninharia, 1867, depois se descobriu grandes reservas de petróleo, gás natural e ouro no antigo território russo… depois de vendido não tem essa de uso social do solo, o território pertence a outra nação, ainda mais se a outra tiver armas nucleares. Ninguém respeita a constituição comunista do Brasil. Aqui neste país se compra até juiz da suprema corte.

  3. Concordo totalmente com Bolsonaro, vamos deixar outros paises dominar nossa Nação? Já basta o que o calcinha apertada vem fazendo com São Paulo!

  4. Concordo plenamente com o presidente Bolsonaro,as terras brasileiras não devem ser vendidas para estrangeiros principalmente se for chineses,a prioridade e ensentivos tem que ser dados aos brasileiros.

  5. Eu creio que existe uma tremenda de uma confusão aí. Se qualquer cidadão deste país adquirir uma terra, ele tem o direito de posse. Caso ele não pague seus impostos, pode até perder esse direito, ou pode também estar sujeito a despropriações para efeito de utilidade pública, o que é muito diferente da compra do território do Alaska pelos Estados Unidos. Outra coisa que se pode fazer, é que não se compre terras vizinhas que faça com que se forme grandes extensões de terras contínuas. No caso de venda a estrangeiros, pode-se impor um imposto de transferência de tão alto que inviabilize essas transações. Outra coisa é que o ITR para estrangeiros deveria ser algo diferenciado de forma a inviabilizar qualquer exploração. Essa lorota de exploração do sub-solo, é uma mentira, o sub-solo de qualquer terreno pertence à União. Resumindo o gringo ou o china pode até comprar, mas terá que enfrentar uma taxação altíssima.

    1. Eu discordo. “Passou boi passa boiada”. Não podemos flexibilizar a compra de terras brasileiras por estrangeiros de qualquer forma que seja. Mesmo aumentando impostos e, ou, criando mecanismos que tornariam a compra inviável. Isso seria somente o primeiro passo para flexibilizações futuras realizadas em votações na calada da noite o que seria uma catástrofe para nosso país e para as gerações futuras. Não há imposto que a China não pagaria para obter 25% de um município no Amazonas. Terra é e sempre foi estratégico, caso contrário, países europeus não haveriam buscado novas terras para colonização e não possuiriam terras fora de seu continente a exemplo da Guiana Francesa, território Francês que faz fronteira com o Brasil. Soberania se faz com território, povo habitando e exército. No Brasil existem municípios maiores que Estados e 25% deles poderia representar um pequeno país Europeu. Venda de território brasileiro e ou qualquer criação de mecanismos que torne isso possível é traição contra a pátria e deve ser criminalizado.

  6. Você tem um terreno ou uma fazenda. Vem uma pessoa, ocupa e passa a ter Direito de Posse. Em todas as Democracias do Mundo, o DIREITO DE PROPRIEDADE é sagrado. Aqui, o direito de posse anula o direito de propriedade. Como evitar a venda de terras a estrangeiros ? Como evitar os laranjas ? Será que já não estão de posse de extensas áreas ?

  7. As maiores empresas estrangeiras de siderurgia já estão instaladas no Brasil em plena Amazônia e em Minas Gerais e no Pará , diversas e muitas delas. Dezenas de montadoras de automóveis, caminhões e tratores dominam nosso mercado interno. Centenas de empresas dos ramos de alimentação , limpeza e asseio também são estrangeiras aqui instaladas há anos. Supermercados europeus, dezenas de fast foods sobejamente conhecidos e admirados pelos brasileiros já dominam a alimentação das crianças e adolescentes em todas as cidades do país, com o beneplácitos de nós todos- seus pais. Centenas de marcas estrangeiras dominam os equipamentos de exames médicos nos laboratórios e hospitais brasileiros. Praticamente a totalidade dos fármacos são produzidos na Europa, china e índia e abarrotam as farmácias e hospitais de todo o país. Tecidos chineses quebraram literalmente a indústria têxtil nacional e a estratégica área de computação é totalmente dominada pelos coreanos e americanos. Portanto, na verdade nós “já permitimos que o Brasil fosse comprado” . Nós nos vendemos por qualquer sanduiche sem vergonha feito de minhocas. Não temos soberania alguma, porquê não defendemos nossas riquezas culturais: culinária, música, educação, costumes, folclore, nosso patrimônio histórico, nosso jeito de ser. Nossas Universidades não produzem ciências para uso tecnológico e só pensadores de esquerda para alimentar o assistencialismo. Temos que comprar tudo de fora , seremos sempre o celeiro do mundo e mandaremos todos os dias 100 vagões de minério em troca de apenas um chip produzido por que ensino superior de qualidade que produz cientistas antenados com o futuro e não com esquerdeopátas pré históricos que insistem em se agarrar no passado , em leis trabalhistas retrógradas e enfatizar costumes que nos impedem de progredir como seres humanos deste século.

  8. E impressionante como vocês entendem tudo errado….. quando alguém, seja estrangeiro ou brasileiro compra uma propriedade em território nacional fica submetido às leis brasileiras, ou será que somos uma nação de m* que não consegue fazer valer suas leis nem em território nacional????
    Da mesma forma que qualquer um de nós comprarmos propriedade em qualquer outro país, como é o meu caso que, tem que se submeter as regras daquele país e pronto….
    Se um estrangeiro comprar terras no Brasil e fizer investimentos nela, que bom, nós estamos precisando disso.
    Agora comprar terra para especular devesse coibir tanto para o estrangeiro como para o brasileiro. A lei é brasileira e tem que valer para todos que estiverem dentro do território nacional, ou então não somos uma nação. Ridículo os comentários acima, povinho sem noção🤮

  9. 1 – “Ninguém respeita a constituição comunista do Brasil. Aqui neste país se compra até juiz da suprema corte”.
    2 – “E impressionante como vocês entendem tudo errado….. quando alguém, seja estrangeiro ou brasileiro compra uma propriedade em território nacional fica submetido às leis brasileiras, ou será que somos uma nação de m* que não consegue fazer valer suas leis nem em território nacional????”
    São extratos dos comentários acima.
    Eu cá penso o seguinte: Com essa bandidagem generalizada no congresso principalmente, o melhor é ficar com alguma coisa, por pior que seja, instituída em 1.970 durante a DEMOCRACIA MILITAR. As FFAA, únicas instituições ainda confiáveis, deveriam ter voto 10 x 1.
    A Cármen indagou Ao Mourão. Será que conhece alguma coisa da amazônia? vejam só onde chegamos. Depois que visitaram algumas prisões danaram a soltar delinquentes de toda a espécie, principalmente políticos, doleiros e ex-presidente.

  10. Esse senador Irajá Abreu ( Irajá Silvestre Filho – nome corrreto, filho da senadora Kátia Abreu, nascido em 03/02/1983). É um garotão, criado com ovomaltine e leite de caixinha. Nunca precisou trabalhar e foi eleito no vácuo da sua mãe e papai.. É um grande LESA PÁTRIA, deveria é ser expulso do País. É ACUSADO de estupro em São Paulo por uma modelo em 23/11/2020. Foi acusado de desmatamento em 2018, quando era deputado federal, Irajá Filho foi apontado como o parlamentar “campeão em desmatamento” na Câmara dos Deputados. A denúncia partiu do site Repórter Brasil, a partir de dados do Ruralômetro, painel que monitora a atuação de deputados em temas ambientais e rurais.
    De acordo com a página, em 2010, Irajá chegou a ser autuado pelo Ibama por ter desmatado uma área equivalente a 75 campos de futebol para dar espaço para a monocultura do eucalipto. O local abriga vegetação de preservação permanente, o que lhe rendeu uma multa no valor de R$ 120 mil. e pagou uma multa de R$120.000,00. Resumindo: um LESA PÁTRIA , eleito nas costas da mãe. Como pode uma pessoa dessa, representar um Estado importante no senado?

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site