Bolsonaro grava pronunciamento para desmobilizar atos de 15 de março

O presidente Jair Bolsonaro gravou um pronunciamento para desmobilizar os atos de rua em apoio ao governo e contra o Congresso no próximo domingo, 15, e sugerir o adiamento da…
-Publicidade-

O presidente Jair Bolsonaro gravou um pronunciamento para desmobilizar os atos de rua em apoio ao governo e contra o Congresso no próximo domingo, 15, e sugerir o adiamento da data. Em live nesta quinta, 12, disse, ao lado do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que a decisão foi tomada a fim de evitar a propagação do coronavírus.

A orientação de Bolsonaro para adiar foi conversada com ministros e conselheiros próximos. Contudo, pelo que disse na live, a ideia não é um aceno ao Congresso, uma vez que ele defende o adiamento, não a interrupção. “Uma das ideias é suspender e adiar para daqui a um mês, dois meses. Já foi dado um tremendo recado ao Parlamento”, declarou, ao fazer referência às emendas de relator, do debate acerca do Orçamento impositivo.

O pronunciamento será veiculado em canais abertos, em toda a cadeia nacional. “O que devemos fazer, agora, é evitar que haja uma explosão de pessoas infectadas, porque os hospitais não dariam vazão a tanta gente”, disse Bolsonaro. “Exato, esse é o ‘x’ da questão”, concordou Mandetta.

-Publicidade-
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.