Bolsonaro pede que diplomatas levem verdade do Brasil ao exterior

Ele citou, por exemplo, as ações para preservação da flores amazônica
-Publicidade-
Presidente Jair Bolsonaro | 
Foto: Isac Nóbrega/PR
Presidente Jair Bolsonaro | Foto: Isac Nóbrega/PR

Ele citou, por exemplo, as ações para preservação da flores amazônica

Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro | Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira, 22, que os novos diplomatas brasileiros precisam mostrar a verdade do Brasil aos outros países.

-Publicidade-

Ele citou, por exemplo, as medidas econômicas desenvolvidas pelo governo e as ações para preservação da Amazônia.

LEIA MAIS: PT vai usar horário eleitoral para fazer defesa de Lula

O presidente participou da formatura de novos diplomatas, em cerimônia no Palácio Itamaraty, em Brasília.

“Lá fora, cada um de vocês é um pedaço do nosso Brasil. Do que mais nós precisamos é da verdade. Não podemos nos deixar vencer pela falsa narrativa. O mundo sempre esteve em guerra, nem que seja apenas nas comunicações”, disse Bolsonaro.

Em diversas ocasiões, o presidente já defendeu a política ambiental do governo federal, diante de críticas internacionais.

“Não é fácil levar e falar a verdade, mas nós confiamos em vocês, nós temos que lutar por aquilo que é nosso, não podemos ceder”, disse Bolsonaro aos formandos.

De acordo com o presidente, o governo está organizando uma viagem, entre Manaus e Boa Vista, para diplomatas de vários países, “para mostrar naquela curta viagem de uma hora e meia que não verão em nossa floresta nada queimando ou sequer 1 hectare de selva devastada”.

Ordem de Rio Branco

Além da formatura dos novos diplomatas, Bolsonaro participou da imposição de insígnias da Ordem de Rio Branco, que reconhece a atuação de brasileiros e estrangeiros nas mais diversas áreas. Entre os agraciados de hoje estão ministros de Estados, militares e embaixadores. No total, foram 150 homenageados.

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, e os ministros Milton Ribeiro (Educação), Ricardo Salles (Meio Ambiente), Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) e José Levi (Advocacia-Geral da União) foram admitidos no quadro suplementar da ordem em seu grau mais alto, o Grã-Cruz.

Com informações da Agência Brasil

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site