Bolsonaro reafirma que o Brasil não terá racionamento de energia

Presidente lembrou da contratação das termelétricas
-Publicidade-
'Estamos fazendo muito, desde antes da pandemia', disse Bolsonaro
'Estamos fazendo muito, desde antes da pandemia', disse Bolsonaro | Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro disse que não haverá racionamento de energia no Brasil. Segundo ele, o governo tomou medidas para mitigar o efeito da falta de água, como a contratação das termelétricas. “O país foi obrigado a decretar uma bandeira acima da vermelha para pagar a conta devido à crise hídrica”, afirmou, em entrevista à CNN Brasil, que foi ao ar na quinta-feira 30.

“Pedimos a Deus que mande uma chuva para nós, porque a crise hídrica é a maior dos últimos 91 anos. Não acreditamos em racionamento, mas sempre pedimos à população que dá para apagar um ponto de luz aí na sua casa”, acrescentou Bolsonaro. “O governo trabalha desde 2019, antes da crise, diminuindo o valor das placas solares como solução”, explicou o presidente.

“Estamos fazendo muito, desde antes da pandemia, e graças a isso o Brasil não está em uma situação mais complicada do que vive no momento”, concluiu.

-Publicidade-

Leia também: “O Brasil precisa de matriz energética mais independente, defende especialista”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.