Bolsonaro, sobre inquérito do TSE: ‘Não aceitarei intimidações’

'O ministro Barroso presta um desserviço à nação brasileira', afirmou o presidente
-Publicidade-
Jair Bolsonaro voltou a defender o voto verificável e criticou o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso
Jair Bolsonaro voltou a defender o voto verificável e criticou o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso | Foto: Isac Nóbrega/PR

Um dia depois de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter pedido ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que Jair Bolsonaro seja investigado no âmbito do chamado inquérito das fake news, que apura a disseminação de supostas notícias falsas, o presidente afirmou que não vai se intimidar e continuará defendendo o voto verificável nas eleições de 2022.

Em conversa com apoiadores ao deixar o Palácio da Alvorada na manhã desta terça-feira, 3, Bolsonaro voltou a criticar o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso.

Leia mais: “‘Agressão sem precedentes à Constituição’, diz Marcos Rogério sobre pedido do TSE para investigar Bolsonaro”

-Publicidade-

“Não aceitarei intimidações. Vou continuar exercendo meu direito de cidadão, de liberdade de expressão, de crítica, de ouvir e atender, acima de tudo, a vontade popular”, afirmou Bolsonaro.

“O ministro Barroso presta um desserviço à nação brasileira. Cooptando gente de dentro do Supremo, querendo trazer para si, ou de dentro do TSE, como se fosse uma briga minha contra o TSE ou contra o Supremo. Não é contra o TSE nem contra o Supremo. É contra um ministro do Supremo, que é também presidente do TSE, querendo impor a sua vontade.”

Leia também: “TSE instaura inquérito para investigar ‘ataques’ de Bolsonaro ao sistema eleitoral”

Na conversa com os simpatizantes, Bolsonaro mostrou dois documentos que, segundo ele, seriam relatórios da Polícia Federal (PF) atestando a possibilidade de fraude nas urnas eletrônicas. “Vocês acreditam no relatório da PF ou na palavra do ministro Barroso?”, indagou.

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro