Bolsonaro, sobre Lula: ‘Ele só ganha na fraude no ano que vem’

Em discurso no Mato Grosso do Sul, presidente fez defesa enfática do voto auditável e criticou os ex-ministros Sergio Moro e Luiz Henrique Mandetta
-Publicidade-
Jair Bolsonaro falou sobre a possível disputa com Lula em 2022
Jair Bolsonaro falou sobre a possível disputa com Lula em 2022 | Foto: Reprodução/YouTube

Ao participar de uma cerimônia de entrega de títulos fundiários em Terenos (MS), o presidente Jair Bolsonaro falou sobre a possível participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições presidenciais de 2022. Sem citar o nome do petista, Bolsonaro afirmou que “o bandido foi posto em liberdade” com a anulação de suas condenações no âmbito da Operação Lava Jato.

O bandido foi posto em liberdade e foi tornado elegível para ser presidente. Na fraude. Ele só ganha na fraude no ano que vem”, atacou o presidente. “Quem se eleger presidente da República em 2022, vai indicar dois ministros em 2023 para o Supremo Tribunal Federal [STF]. De acordo com o perfil de quem ganhar lá, saberemos o perfil de quem vai ser indicado. A responsabilidade é muito grande e está nas mãos de cada um”, completou Bolsonaro. 

Leia mais: “‘Já dei o recado. Daqui para frente, vou agir’, diz Bolsonaro sobre o Exército”

-Publicidade-

Durante seu discurso, o presidente fez mais uma defesa enfática do voto auditável para as eleições do ano que vem. “Se o Congresso Nacional votar e promulgar uma PEC [Proposta de Emenda à Constituição] do voto impresso, teremos voto impresso no ano que vem. Eleições, dali para frente, só com o voto impresso”, disse. “Eu respeito as decisões do Parlamento brasileiro. Os outros Poderes também têm que respeitar.”

Moro e Mandetta

Jair Bolsonaro também criticou as gestões dos ex-ministros Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) e Luiz Henrique Mandetta (Saúde). Sem citar os nomes de ambos, o presidente ironizou: “Buscamos um ministério técnico. Em alguns casos, eu quebrei a cara, como na Justiça. O da Saúde também, o ‘perneta’. Aquele do protocolo, do ‘fique em casa’, do quando você estiver morrendo de falta de ar, vá para o hospital para ser intubado”. 

Leia também: “‘Tarcísio está se descobrindo para a política’, garante Bolsonaro”

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro