Bolsonaro, sobre voto verificável: ‘Vou continuar minha luta’

'Por que nós temos que concorrer nas eleições de 2022 sob o manto da desconfiança?', indagou o presidente
-Publicidade-
O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender o voto verificável para as eleições de 2022
O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender o voto verificável para as eleições de 2022 | Foto: Dieter Gross/Ishoot/Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender o voto verificável nesta quinta-feira, 12, ao deixar o Palácio da Alvorada. A proposta não atingiu o número mínimo necessário de votos para sua aprovação no plenário da Câmara dos Deputados.

Bolsonaro prometeu continuar se manifestando sobre o assunto, mas “com menos pressão”.

Leia mais: “Bolsonaro: ‘Não vai se confiar no resultado das apurações’ em 2022”

-Publicidade-

“Nós perdemos, mas o placar foi muito apertado. Por que nós temos que concorrer nas eleições de 2022 sob o manto da desconfiança? Eu quero eleições limpas, transparentes, eu quero o voto democrático”, disse o presidente em conversa com apoiadores.

Leia também: “Cúpula da CPI estuda pedir indiciamento de Bolsonaro por charlatanismo”

Bolsonaro voltou a criticar o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, que se opôs ao voto verificável e atuou nos bastidores para barrar a proposta na Câmara. “Por que essa vontade do ministro Luís Roberto Barroso contra o voto ‘impresso’? Ele se reuniu com lideranças partidárias e, logo após a reunião, essas lideranças mudaram de lado. O que foi oferecido para eles? O que aconteceu?”, indagou o presidente.

“Vou continuar minha luta, com menos pressão, é lógico. Mas não podemos terminar as eleições no ano que vem sob o manto da desconfiança”, completou Bolsonaro.

Assista: “Uma Pergunta para J.R. Guzzo: O presidente Bolsonaro é um fascista, genocida?”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários

  1. PRESIDENTE, sua motivação, sua perseverança, sua força, só pode vir de DEUS, prq eu nunca vi um homem lutar contra tudo e contra todos e não desistir. Parabéns, o povo nunca t deixará, nunca serás esquecido. FORÇA E HONRA 💪🏾🤝🏾👊🏾

  2. A sociedade não pode deixar esse assunto morrer. Para o Sr. Presidente do Senado, ok, muito conveniente que fique por aqui.
    Mas para quem acredita num Pais decente, isso não acaba aqui coisa nenhuma.

  3. É triste viver em um país em que se ignora a ciência estatística. Não precisa haver a impressão de 100% dos votos para atestar a confiabilidade do resultado. De outro lado, se constata que o TSE é parte no processo e, portanto, suspeito.

    O que precisa é realizar votação paralela em 2% das urnas eletrônicas (escolhidas aleatoriamente, por meios não eletrônicos, em cada zona eleitoral), no dia da eleição, com a utilização paralela da biometria do eleitor e com a filmagem da inserção simulada de uma votação, por entidades civis, para ver se bate com as informações do Boletim de Urna.

    O detalhamento deste procedimento pode ser verificado neste vídeo: youtu. be/ebVV0EldkOY

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro