-Publicidade-

Bolsonaro vai ao Ceará dar o pontapé na agenda do semiárido

Presidente viaja a Jati (CE) na sexta-feira, 26, para inaugurar um trecho de obras da transposição das águas do São Francisco ao Ceará. Cerimônia tem, na verdade, pano de fundo mais amplo. Faz parte da construção de uma agenda para o semiárido
(Vitória da Conquista - BA, 23/07/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro fala ao povo
Foto: Alan Santos/PR
(Vitória da Conquista - BA, 23/07/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro fala ao povo Foto: Alan Santos/PR

Presidente viaja a Penaforte (CE)* para inaugurar um trecho de obras da transposição das águas do São Francisco ao Ceará. Cerimônia tem, na verdade, pano de fundo mais amplo. Faz parte da construção de uma agenda para o semiárido

(Vitória da Conquista – BA, 23/07/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro fala ao povo
Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro viaja a Penaforte (CE)*, na sexta-feira, 26. A ida tem por objetivo inaugurar um trecho de obras da transposição das águas do São Francisco ao Ceará. A viagem, contudo, tem um pano de fundo mais amplo. Ela é, na verdade, o lançamento da “pedra fundamental” das articulações políticas que o governo mobiliza para levar políticas públicas liberais para o semiárido.

Oeste antecipou na última edição, por meio da reportagem O fator Nordeste nas eleições de 2022, que o governo traça um programa para gerar riquezas no semiárido. A aposta do Executivo é numa estratégia que permita a saída do assistencialismo por meio de um megaprograma que visa a criação de oportunidades de trabalho.

A viagem de Bolsonaro a Jati, portanto, está no contexto da relação que Bolsonaro planeja construir no semiárido. Aliados do presidente lembram que o Ceará tem 98,7% de sua área territorial no semiárido, o maior percentual dentre os estados do Nordeste.

A transposição das águas do “Velho Chico” ao Ceará dará a segurança hídrica necessária para o sertanejo cearense aproveitar os demais recursos naturais e a infraestrutura existentes a fim de promover o desenvolvimento econômico e social estadual proposto pelo programa em estudo.

Reduto

O Ceará, lembram aliados, é o estado que sofreu mais as danosas consequências da chamada “Grande Seca” de 1915. O estado também é sede do Banco do Nordeste, criado no governo de Marechal Eurico Gaspar Dutra, para ser o agente financiador das desigualdades regionais. A estatal é, por sinal, uma das fontes que financiará o programa para o semiárido.

Motivos não faltam para justificar o pontapé das articulações no estado. Ao lado da Bahia, o Ceará, terra da “família Ferreira Gomes”, é o principal reduto de gestação de planos e ações contrárias à gestão Bolsonaro no Nordeste. A família por parte de pai da mulher do presidente, Michelle Bolsonaro, é do estado.

A comitiva terá a presença de deputados aliados do estado. O deputado Domingos Neto (PSD-CE) é um dos esperados para prestigiar a cerimônia. Além dele, outros também devem marcar presença. O governo pondera que a execução e a viabilização política do programa para o semiárido passa inevitavelmente pelas mãos de lideranças locais, a exemplo do deputado João Carlos Bacelar (PL-BA).

Benefícios

O deputado estadual André Fernandes (PSL-CE) é um dos aliados diretos que estará presente. Nesta quarta, ele comemorou pelo Twitter a presença do presidente em Jati. “O PT passou mais de uma década no poder prometendo ajudar o Nordeste, mesmo assim não concluiu a transposição do Rio São Francisco. O Governo Bolsonaro, em menos de dois anos, já está entregando e beneficiando milhões de cearenses”, comemorou.

(*) Errata: diferentemente do que informou a reportagem, a viagem de Bolsonaro é a Penaforte (CE), não a Jati (CE). As obras da transposição visam levar as águas do São Francisco de um município ao outro.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 comentários

  1. Bolsonaro, em 2018ja teve mais votos que Serra ou Aécio no Nordeste. Firam votos importantíssimos. Agora penso que ele vai ter um.percentual.bem maior que nas eleições passadas. Lentamente ele vai tomando a região da esquerda ou diminuindo a distância, o que já ser a positivo demais. Sou de Pernambuco e sinto que ele vai crescendo bem.Por aqui

  2. Parabéns para o Ceará!!!!!
    E o Projeto do eixo sul da Bahia m, que vai perenizar 5 bacias hidrográficas e trazer riqueza para milhões de nordestinos sofridos do semiarido baiano!
    O início deste sonho começou amais de duas décadas com as barragens pedras altas e ponto e outras ,que tinha o objetivo de perenizar o Rio Itapicuru onde por alguns anos a riqueza brotou e com a extensa estiagem destruí todo o sonho deste povo sofrido de uma parte da Bahia.
    Presidente Bolsonaro, o senhor pode ser batizado como o maior Presidente da história do Nordeste trazendo água, desenvolvimento e qualidade de vida para todos nós sertanejos.
    Não queremos esmolas e sim condições dignas para trabalhar, produzir e gerar milhões de emprego para este povo sofrido que faz parte deste Brasil.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês