Brasil Paralelo sobre quebra de sigilo pela CPI: ‘Não temos o que temer’

'Tudo que os políticos quiserem saber sobre a empresa e a origem de nossas receitas será disponibilizado', informa a produtora
-Publicidade-
Foto: Reprodução/Redes Sociais
Foto: Reprodução/Redes Sociais

A produtora Brasil Paralelo publicou um vídeo em resposta ao pedido da quebra de seu sigilo bancário apresentado pelo relator da CPI da Covid, o senador Renan Calheiros.

“Nossas finanças são auditadas pela maior empresa de auditoria do mundo, Ernest Yang”, afirmou em vídeo Felipe Valerim, um dos sócios da Brasil Paralelo. “E a nossa política de não receber dinheiro público faz parte do nosso programa de compliance implementado pelo multinacional Grant Thornton. Tudo que os políticos quiserem saber sobre a empresa e a origem de nossas receitas será disponibilizado.” E completou: “Nosso faturamento sempre foi público, tendo sido exposto recentemente no jornal Folha de S.Paulo”.

Assista ao vídeo:

-Publicidade-

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

19 comentários

  1. Vamos pedir quebra do sigilo de R. Calheiros também. Para sabermos com quem ele anda conspirando.
    É de notória necessidade nacional que saibamos com quem ele conspira e sobre o que conspira.

  2. Quando vamos deixar de ver imagens de figuras desprezíveis? É demais o incômodo psicológico. Que bom seria se os impostos que pagamos fossem usados para contratar extraterrestres para abduzir essas figuras inúteis.

  3. Canalha deveria estar respondendo aos processo em que ele é réu, a postura deste cara é um acinte que esta custando a acabar, mas vai terminar esta porcaria , Bolsonaro 2022 vem ai , aguarde seu merda.

  4. A Brasil Paralelo é o que há de melhor, em matéria informação, comunicação hj no Brasil. Faço questão absoluta de ser um assinante!! Ah, antes que eu me esqueça: A prova maior que a “Brasil Paralelo”, é do bem, é esse incômodo provocado aos tres patetas da CPI circense…

    1. Sou um dos assinantes. Também sou fã. Será que vão auditar as mensalidades que paguei?! Vai procurar algo sério pra fazer Renan Canalheiros….

  5. A Folha criticou o governo de Belarus quando uma atleta do pais foi eliminada da comitiva olímpica porque criticou os técnicos. Acharam autoritarismo. Aqui no Brasil uma CPI dirigida por loucos intimida e ameaça de fechar empresas de comunicação como Jovem Pan e Brasil Paralelo e a Folha comemora. Que Brasil é esse. Se nosso presidente não fosse tão bravateiro isso nunca iria acontecer.

    1. Roberto Fakir, tu sim és bravateiro. Acaso Bolsonaro não fosse inteligente já estaria sido destituído da Presidência. A tua bravata é manhosa por ser similar ao Cavalo de Tróia. Do mesmo jeito que tu, acha-te em instigar, ele, com a uma tosquice, habilidosa, tem suportado essa canalhice. E, suportará até certo ponto – tenhas cuidado!

  6. A CASA DOS HORRORES PRECISA PROMOVER OS RESSARCIMENTOS DA MÍDIA SUJA PETRALHA E DO ANTRO ESTUDANTIL impUNE AOS COFRES PÚBLICOS, PARA QUE OS DECENDENTES DESSAS CORJAS NÃO TENHAM QUE PAGAR, POR BEM OU POR MAL, E COM MUITO MAU.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro