Brasil se manifesta sobre ataque russo à Ucrânia

Itamaraty pediu a 'suspensão imediata das hostilidades'
-Publicidade-
O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos Alberto França, participou do lançamento do Programa de Imagem e Acesso a Mercados do Agronegócio Brasileiro 2021-2023 | Foto: Gustavo Magalhães/MRE
O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos Alberto França, participou do lançamento do Programa de Imagem e Acesso a Mercados do Agronegócio Brasileiro 2021-2023 | Foto: Gustavo Magalhães/MRE

O Ministério das Relações Exteriores se manifestou nesta quinta-feira, 24, sobre o ataque russo à Ucrânia na madrugada de hoje. Em nota, o Itamaraty ressaltou que o “Brasil apela à suspensão imediata das hostilidades”.

“Pedimos o início de negociações conducentes a uma solução diplomática para a questão, com base nos Acordos de Minsk e que leve em conta os legítimos interesses de segurança de todas as partes envolvidas”, comunicou o Itamaraty.

Segundo o Itamaraty, o Brasil vê “com grave preocupação” o ataque russo à Ucrânia. “Como membro do Conselho de Segurança da ONU, permanecemos engajados nas discussões multilaterais para uma solução pacífica.”

-Publicidade-

Nota do Itamaraty sobre ataque russo à Ucrânia

“O governo brasileiro acompanha com grave preocupação a deflagração de operações militares pela Federação da Rússia contra alvos no território da Ucrânia.

O Brasil apela à suspensão imediata das hostilidades e ao início de negociações conducentes a uma solução diplomática para a questão, com base nos Acordos de Minsk e que leve em conta os legítimos interesses de segurança de todas as partes envolvidas e a proteção da população civil.

Como membro do Conselho de Segurança das Nações Unidas, o Brasil permanece engajado nas discussões multilaterais com vistas a uma solução pacífica, em linha com a tradição diplomática brasileira e na defesa de soluções orientadas pela Carta das Nações Unidas e pelo direito internacional, sobretudo os princípios da não intervenção, da soberania e integridade territorial dos Estados e da solução pacífica das controvérsias.”

Leia também: “Ucrânia x Rússia — De que lado você está?”, reportagem de Dagomir Marquezi publicada na Edição 97 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

11 comentários Ver comentários

  1. Ora,ora,para resolver pendências nesta guerra entre Rússia e Ucrânia basta chamar “o cara ” do Obama,pois o conflito milenar entre palestinos e judeus foi resolvido com o simples convites para uma pelada entre as partes.Simples assim! Para que ceifar vidas humanas e gastar munição em um conflito tão simples?Pronto!É assim que funciona a diplomacia bolivariana.

  2. Fica o Putin de um lado, falando que a situação é uma questão de vida ou morte, há pouco ouvi do comandante da OTAN ou do chanceler da Alemanha, não me recordo qual deles, que a situação para eles era uma questão de vida ou morte, resumindo cada lado fala a mesma coisa: Vida ou Morte. E agora fica esse chanceler tupiniquim, a falar dos Acordos de Minsk? Minsk, a essas alturas já está lotada de russos, que a essas alturas já devem estar se concentrando na fronteira polonesa, para variar. Os ucranianos já estão indo para Lviv, próxima da fronteira com a Polônia, só aguardando a hora de dar no pé.

    1. Este Paulo Varsiani deveria se candidatar a Presidente do Brasil, e Ministro de todas as pastas, visto que se manifesta sempre contra tudo que venha do governo federal, deve ser uma pessoa com o maior QI do mundo, quase um Deus. Tem solução para tudo. Ou é só mais um coitado recalcado e desagradável.

      1. Sabe nada, seu guia é o Google. Cara metido a entendido, especialista em coisa nenhuma.

      2. Não entendi a sua revolta, eu só disse fatos e opiniões próprias como esse apelo ao Acordo de Minsk – saiba que Minsk é a capital da Bielorrússia – acordo esse que já foi para o espaço, meu caro. É só acompanhar os acontecimentos.

    2. Não seja tão recalcado Eira Velha. Esse sentimento de inveja é muito ruim, sabia? Se você quer mesmo saber, algumas coisas consulto mesmo o Mestre Google mas só algumas coisas, mesmo porque não existe ninguém com conhecimentos gerais tão amplos assim como você acha que eu tenho. Agora ficou mais tranquilo, certo?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.