Revista Oeste - Eleições 2022

Brasil tem estoque de diesel para 38 dias, informa governo

Petrobras alertou o governo federal sobre o risco de desabastecimento de diesel no Brasil
-Publicidade-
Fachada do Ministério de Minas e Energia | Foto: Afonso Marangoni/Revista Oeste
Fachada do Ministério de Minas e Energia | Foto: Afonso Marangoni/Revista Oeste

O Ministério de Minas e Energia informou nesta sexta-feira, 27, que o Brasil tem estoques de óleo diesel suficientes para suprir o país por 38 dias. O governo federal também garantiu que está atento ao abastecimento nacional de combustíveis deste o início da invasão russa à Ucrânia.

Informações da agência Reuters mostram que a Petrobras alertou o governo federal sobre o risco de desabastecimento de diesel no Brasil. O terceiro trimestre, período que vai de julho a setembro, seria o mais suscetível ao problema, pois coincidiria com o auge do transporte de soja, principal commodity do país.

-Publicidade-

O ministério disse que, de acordo com os dados mais recentes consolidados por um comitê criado para monitorar a situação, “os estoques de óleo diesel S10 representam 38 dias de importação”.

“Em outras palavras, se as importações desse combustível fossem cessadas hoje, os estoques, em conjunto com a produção nacional, seriam suficientes para suprir o país por 38 dias”, diz a nota.

Segundo o governo, desde o início da intensificação do monitoramento do abastecimento pelo governo federal, a autonomia de óleo diesel aumentou de 30 para 38 dias em termos de dias de importação (aumento de 26,7%). Em relação ao óleo diesel, o Brasil tem dependência externa da ordem de 30%.

“Os fatos elencados pela Petrobras em sua carta, como a redução da oferta e dos estoques mundiais de óleo diesel, em função da conjuntura energética mundial, e o aumento da demanda pelo produto, no segundo semestre do ano, são fatos amplamente conhecidos e monitorados pelo comitê.”

O Ministério de Minas e Energia também afirmou que segue atento aos movimentos do mercado doméstico e internacional, mantendo o monitoramento de forma intensa e constante para adotar medidas tempestivas em conjunto com os demais órgãos governamentais, conforme a evolução do cenário.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

  1. Pode-se queimar todo o estoque? E o que acontece com as reservas estratégicas? Vão encontrar diesel no mercado externo? A que preço? O país pode parar?…

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.