Câmara adia novamente votação de projeto de reforma do IR

Divergência sobre eventual perda na arrecadação de municípios barra a análise
-Publicidade-
Votação do projeto de reforma do IR voltou a ser adiada
Votação do projeto de reforma do IR voltou a ser adiada | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

A Câmara dos Deputados adiou mais uma vez nesta terça-feira, 17, a votação do projeto de reforma do Imposto de Renda. Por 390 votos a 99, os parlamentares aprovaram um requerimento do Psol para retirar a matéria de pauta. Na última quinta-feira, 12, a votação da matéria já havia sido adiada, a pedido das lideranças partidárias, por falta de consenso no texto.

O adiamento desta terça-feira foi motivado, também, pela falta de acordo sobre as propostas do relatório produzido pelo deputado federal Celso Sabino (PSDB-PA), que está em sua quarta versão e pode sofrer mais alterações. Muitos dos parlamentares que votaram pelo adiamento justificaram que precisam de mais tempo para apreciar a matéria.

Leia mais: “‘Queremos diminuir a tabela do Imposto de Renda’, afirma Bolsonaro”

-Publicidade-

Segundo o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), o impasse para a análise do texto está no pleito dos parlamentares para escalonar a tributação de dividendos e o impacto dessa mudança nos repasses de recursos para os municípios.

“A orientação do governo é para realizar a votação na próxima semana. Se atendermos ao pedido [para escalonar a alíquota] de dividendos, haverá perda para os municípios”, disse. “Os parlamentares não querem impor perdas aos municípios. Se não mudarmos a regra dos dividendos, não teremos votos para aprovar o texto. Vamos aguardar os cálculos e procurar uma solução.”

Leia também: “Redução da alíquota do imposto de renda pode dar lucro de R$ 98 bilhões a empresas”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro