Câmara aprova urgência para votar volta de propaganda partidária em rádio e TV

Custo pode chegar a R$ 1,46 bilhão
-Publicidade-
Presidente da Câmara, Arthur Lira, conduz sessão plenária | Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados
Presidente da Câmara, Arthur Lira, conduz sessão plenária | Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 8, a urgência para votar o projeto de lei que prevê a retomada da propaganda partidária em rádio e televisão, extinta em 2017. O placar foi de 316 votos favoráveis e 96 contrários.

Antes, a propaganda partidária era custeada por meio de compensação fiscal às emissoras de rádio e TV. Agora, o projeto determina que as propagandas sejam bancadas com recursos do fundo partidário.

Leia mais: “Luiz Fux recebe Bia Kicis no STF”

-Publicidade-

O relator da proposta no Senado, Carlos Portinho (PL-RJ), estima que o impacto da proposta seja de R$ 500 milhões, mas, segundo o site O Antagonista, um estudo da consultoria da Câmara avalia que o valor será bem maior, podendo chegar a R$ 1,46 bilhão.

Ainda de acordo com o texto, a propaganda partidária poderá ser veiculada tanto na TV aberta quanto na TV fechada, com diferença de horários de exibição.

Segundo a proposta, o objetivo é difundir os programas partidários, os eventos e as atividades do partido, divulgar a posição do partido em relação a temas políticos, incentivar a filiação partidária e promover a participação política das mulheres, dos jovens e dos negros.

Código Eleitoral

Além da volta da propaganda partidária, a Câmara também poderá votar na quinta-feira 9 o projeto do novo Código Eleitoral.

A proposta compila todas as regras eleitorais em um único texto, que, até agora, tem 905 artigos. Para que qualquer alteração valha no próximo pleito, o texto precisa ser aprovado no Congresso até outubro deste ano.

O texto tem temas polêmicos, como o estabelecimento, a partir de 2026, de uma quarentena de cinco anos para militares, policiais, juízes e integrantes do Ministério Público que quiserem disputar eleições.

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro