Câmara dá OK para recriação do Ministério das Comunicações

Pasta foi recriada por meio de Medida Provisória editada por Bolsonaro
-Publicidade-
EBC está vinculada ao novo Ministério das Comunicações | Foto: AGÊNCIA BRASIL
EBC está vinculada ao novo Ministério das Comunicações | Foto: AGÊNCIA BRASIL | ministério das comunicações - ebc - câmara dos deputados

Ministério das Comunicações foi recriado por meio de medida provisória editada por Bolsonaro

ministério das comunicações - ebc - câmara dos deputados
EBC está vinculada ao novo MiniCom | Foto: Agência Brasil

O Ministério das Comunicações teve a sua recriação aprovada pela Câmara dos Deputados na tarde desta segunda-feira, 21. A pasta foi recriada pelo presidente Jair Bolsonaro por meio de medida provisória (MP) editada em 10 de junho.

-Publicidade-

Leia mais: “Anatel considera acertada a recriação de ministério”

A Câmara aprovou o texto-base da MP, que desvinculou a parte das Comunicações do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações — que segue sob liderança do cientista Marcos Pontes. Desde então, o novo MiniCom é conduzido por Fábio Faria (PSD-RJ), que se afastou do mandato de deputado federal para assumir a função no Poder Executivo.

Com o aval da Câmara, a MP da recriação do MiniCom será votada pelo Senado. Não há, entretanto, previsão de data para o assunto entrar na pauta da Casa presidida por Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Secom

O Ministério das Comunicações conta com três secretarias. Radiodifusão e Telecomunicações são duas delas. Por fim, há a Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom), que é responsável por gerenciar a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e organizar a publicidade oficial do governo federal.

Mais: “Amazon e Magazine Luiza estão de olho nos Correios”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.