-Publicidade-

Erundina acusa colegas do Psol de ‘fisiologismo’ e ‘barganha’

Deputada é candidata à presidência da Câmara
Luiza Erundina: críticas públicas a colegas do Psol
Luiza Erundina: críticas públicas a colegas do Psol | Foto: Luís Macedo/Câmara dos Deputados

A candidata do Psol à presidência da Câmara dos Deputados, Luiza Erundina (SP), criticou abertamente colegas de partido. De forma genérica e sem mencionar nomes, ela foi ao Twitter nesta sexta-feira, 22, para acusar integrantes da legenda de praticarem “fisiologismo” e “barganha” em meio à disputa para a eleição da Mesa Diretora da Casa legislativa.

Leia mais: “PSL vai contra Bivar e confirma apoio a Arthur Lira”

“É lamentável que o Psol negocie suas convicções e compromissos políticos históricos ao aderir ao fisiologismo e à barganha por cargos na mesa da Câmara”, acusou Erundina, de 86 anos, sem listar quais socialistas estariam seguindo por esse caminho no Congresso Nacional. “Essa é uma prática dos partidos de direita com a qual eu não compactuo”, continuou a deputada federal, que já foi prefeita de São Paulo e, em 2020, foi candidata a vice na chapa encabeçada por Guilherme Boulos.

Deputada pelo Psol do Rio Grande do Sul e que não alcançou nem 5% dos votos válidos ao tentar se tornar prefeita de Porto Alegre no ano passado, Fernanda Melchionna fez questão de expor o racha da bancada da sigla na Câmara. “Muito feio que a senhora ataque quem não acha a tática correta lançar candidato nesse cenário da eleição”, afirmou Melchionna ao responder a Erundina. Na discussão virtual, a parlamentar gaúcha sinalizou ser da ala que defendia apoio do partido à candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP) a presidente da Câmara. Em 2016, Rossi votou a favor da abertura do processo de impeachment da petista Dilma Rousseff.

Briga entre socialistas

A candidatura de Luiza Erundina à presidência da Câmara dos Deputados encontra resistência interna. O nome dela teve de ser aprovado pela executiva nacional da legenda, após empate sobre a posição na disputa. Cinco dos dez deputados federais deram “sim” à candidatura própria. A outra metade, no entanto, defendia a adesão ao bloco liderado por Baleia Rossi, conforme noticiou Oeste.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

11 comentários

  1. Erundina P e s S O a L? PSOL O e s S O a L?
    A PQP essa organização criminosa.
    Assistente social que sou, visitarei integrantes dessa facção no xilindro.
    Bandidos da pior espécie. Freouxos.

  2. Cá entre nós, nunca foi uma sumidade, imagina na prorrogação.
    Psol sendo o mesmo de sempre, primeiro rompe o acordo firmado com o candidato à presidência da câmara e em seguida briga consigo mesmo, assistindo e comendo pipoca…

  3. Segundo Erundina, =>”“Essa é uma prática dos partidos de direita com a qual eu não compactuo””<=, o DNA da esquerda: Acuse-os do que você faz, chame-os do que você é!
    São todos medíocres, uma piada de mau gosto!!!

  4. Não foi na Gestão, Eruimdina, na Prefeitura de São Paulo que compraram mais de 100 mil arroelas e fizeram uma greve na CMTC de 30 dias, a maior da história da Companhia e que fez com que fosse privatizada e prejudicou muitos trabalhadores pais de famílias? Essa senhora só viveu dos cofres públicos desde sempre, nunca produziu um prego.

  5. Em respeito à própria imagem, entendo que essa senhora deveria renunciar a seu mandato e retirar-se da vida pública. Há inúmeras formas de se contribuir para o aperfeiçoamento intelectual e moral da sociedade, sem que necessariamente seja cumprindo um mandato.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês