Cármen Lúcia autoriza abertura de inquérito para investigar Salles

Ministro do Meio Ambiente é acusado de atrapalhar investigações sobre apreensão de madeira
-Publicidade-
Ricardo Salles é ministro do Meio Ambiente
Ricardo Salles é ministro do Meio Ambiente | Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou nesta quarta-feira, 2, a abertura de inquérito para investigar o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. A magistrada atendeu a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).

O pedido da PGR foi feito em 31 de maio e tem como base a notícia-crime apresentada em abril contra Ricardo Salles por suposta tentativa de atrapalhar a apuração sobre a maior apreensão de madeira no Brasil, feita na Operação Handroanthus.

A notícia-crime foi protocolada pelo delegado Alexandre Saraiva, então superintendente da Polícia Federal no Amazonas.

-Publicidade-

Leia também: “Assessor de Ricardo Salles deixa Ministério do Meio Ambiente”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

9 comentários

  1. Prq não coloca Dias tofolli nessa lista?
    Essa “justiça” tem lado e preço, um preço que nós mortais não podemos pagar e um lado que nós trabalhadores honestos já mais faremos parte.

  2. A militância da Marina chegou onde queria, fazer páginas e levantar suspeição…..
    Eles nem querem que investigue e chegue logo ao final, mas se avançar rápido, pode provar a idoneidade do ministro, aí a esquerdalha vai dizer que a PF tá controlada?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro