Cláudio Castro defende operação e afirma que polícia foi recebida com fuzis e granadas

Na operação, 28 pessoas morreram, inclusive o policial André Leonardo de Mello Frias, de 48 anos
-Publicidade-
Governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro | Foto: Governo do RJ
Governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro | Foto: Governo do RJ

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), defendeu a atuação da Polícia Civil durante operação na favela do Jacarezinho e pontuou que, “em nenhum lugar do mundo, a polícia é recebida com fuzis e granadas quando vai cumprir seu papel”.

A operação ocorreu na quinta-feira 6 e 28 pessoas morreram, inclusive o policial André Leonardo de Mello Frias, de 48 anos. Ele deixa a esposa, que também é policial, um enteado de 10 anos e a mãe, de quem cuidava desde que ela sofreu um acidente vascular cerebral, há três anos.

-Publicidade-

Leia mais: “R$ 122 milhões repatriados pela Lava Jato vão para os cofres da União”

Em vídeo divulgado na sexta-feira 8, Castro disse que a ação foi precedida de longa investigação que revelou uma rotina de terror e humilhação imposta pelo tráfico aos moradores da comunidade. Ele afirmou que operação “foi o fiel cumprimento de dezenas de mandados expedidos pela Justiça. Foram dez meses de investigação”.

Após críticas a condução da operação, Cláudio Castro disse que determinou transparência ao processo e que o governo do Estado é o maior interessado em apurar as circunstâncias dos fatos.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comments

  1. E agora os defensores dos direitos humanos de bandidos vão fazer aquele escândalo!!! E quanto aos direitos humanos da vítima e sua família??? Desde quando fuzil é arma permitida??? Como conseguem??? Quem é bem intencionado anda com fuzil???

  2. Parabéns ao governo do Rio pela coragem em enfrentar os bandidos e esses imbecis que torcem contra a polícia. Só no Brasil que a polícia não é admirada como uma força a favor da sociedade.

  3. Essa foi a consequência direta da determinação feita pelo VERME fedorento que , para desgraça de todo o Brasil que presta, ocupa uma cadeira no “stf”.
    Verdadeiro “ass kisser” do maior canalha que o Brasil já teve em 521 anos de história, o advogadozinho de merda que sequer juiz concursado é, transformou os redutos de traficantes do Rio de Janeiro em santuários do crime, verdadeiras cidadelas nas quais foram erguidas casamatas, colocados bloqueios de concreto que impedem a passagem dos veículos das forças policiais.
    Crianças utilizadas para o transporte e entrega de drogas aos usuários. Famílias ameaçadas e forçadas a abandonar suas casas consideradas pontos estratégicos.
    Fachin, você e seus cúmplices não perdem por esperar. A hora está chegando, a verdadeira justiça irá prevalecer.

  4. Parabéns ao Governo, às Polícias Civil e Militar por tentar proteger a população carioca do crime organizado que também é protegido por figurões.

  5. Em qualquer lugar do Mundo onde a policia chega e é recebida a bala, há revide com o mesmo aparato, queremos sempre que a policia vença, o importante é sempre a bandidagem perder não importando o que acontece no lado deles; ficamos muito tristes quando um policial é atingido, Deus Conforte sua família…

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site