Com ausência de Alcolumbre, senadores cobram vice a pautar sabatina de Mendonça

Presidente da Comissão de Constituição e Justiça faltou a cinco das dez sessões realizadas desde agosto
-Publicidade-
Vice-presidente da CCJ, senador Antonio Anastasia | Foto: Pedro França/Agência Senado
Vice-presidente da CCJ, senador Antonio Anastasia | Foto: Pedro França/Agência Senado

O senador Davi Alcolumbre faltou mais uma vez a uma sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, mesmo sendo o presidente do colegiado. Nesta quarta-feira, 17, diversos senadores cobraram o vice, Antonio Anastasia (PSD-MG), a pautar a sabatina de André Mendonça para o Supremo Tribunal Federal, que está parada há mais de três meses.

Mas Anastasia disse entender que, como vice da CCJ, não tem poder para determinar a pauta do colegiado. Ele disse, no entanto, que “compartilha” da necessidade da realização da sabatina: “Já me manifestei a favor da indicação, porque acredito que André Mendonça tem as condições de exercer as funções no Supremo”.

-Publicidade-

O senador mineiro pediu compreensão aos colegas, mas se comprometeu a levar a Alcolumbre e ao presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), o “clamor unânime” visto hoje na comissão pela sabatina. “Peço que compreendam as minhas limitações formais e de competência, que é tão somente a presidência eventual para dirigir os trabalhos.”

De acordo com registros do Senado analisados pelo jornal O Globo, depois da indicação de Mendonça, Alcolumbre faltou a cinco das dez sessões realizadas desde agosto. Além das ausências no comando da comissão, ele manteve o colegiado inoperante por mais de um mês, quando a pressão pela sabatina se intensificou, entre 30 de setembro e 9 de novembro.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Quando voltaremos às ruas pacificamente exigir a redução de no mínimo 1/3 das cadeiras de todas as casas Legislativas Federal, estaduais e municipais, e reduzir esse inútil Senado Federal à somente 1 senador por Estado. Para que precisamos de 3 Randolfes, Renans, Azizes, Tassos, Ottos, Humbertos, Alessandros, Rogerios e Alcolumbres?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.