Com CPI da Covid na reta final, esquerda articula-se pela volta da CPMI das Fake News no Parlamento

Foco será a campanha de reeleição do presidente Jair Bolsonaro
-Publicidade-
Sessão da CPMI das <i>Fake News</i>, em fevereiro de 2020 | Foto: Geraldo Magela/Agência Senado
Sessão da CPMI das Fake News, em fevereiro de 2020 | Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Tão logo termine a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, a oposição ao governo Jair Bolsonaro vai retomar os trabalhos da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News, “adormecida” desde março de 2020. É o que informou nesta segunda-feira, 30, o jornal O Globo.

O presidente da CPMI, senador Ângelo Coronel (PSD-BA), já acertou com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), uma reunião depois das manifestações de 7 de Setembro para definir a data de reinício dos trabalhos. O foco da CPMI será a campanha de reeleição de Jair Bolsonaro, em 2022.

A expectativa da esquerda é que seja possível reativar a CPMI das Fake News até o fim de setembro, quando se espera que a CPI da Covid finalize e vote o relatório final. Ângelo Coronel e a relatora da CPMI, senadora Lídice da Mata (PSB-BA), juntaram na semana passada o que a CPMI já colheu.

-Publicidade-

Leia também: “A CPI virou um monstro”, artigo de Silvio Navarro publicado na Edição 72 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

17 comentários

  1. Para isso que trabalhamos cinco meses do ano para pagar essas figuras??? Mirem nestes políticos ano que vem. Troquem no próximo ano. 85% destes políticos foram substituídos, os 15% estão fazendo o maior estrago ao país.

    1. Cpi da vergonha
      Objetivo político
      Nada apurou
      Visa desgaste do presidente…
      Não conseguiu, a população está de olhos abertos…
      3 senadores bandidos no comando…

      Não reelejam estes safados!!!

      1. Ah, fim da CPI e nada do desvio de verbas nos estados e municípios e foco? Óbvio, eleições do ano quem, quem poderia imaginar, chega a ser patético essa cantilena..

    2. Não votar nos bandidos políticos que aí estão é fundamental, todavia o problema é muito mais sério do que se discute, e chama-se PARTIDOS POLÍTICOS, verdadeiras máfias, que elegem quem lhes interessa, assim como muitos que PAGAM para se eleger. Antigamente, com o voto via cédulas, a máfia operava como hoje, promovendo uma farra nas apurações. A fraude sempre existiu, havendo muitas situações de malotes inteiro de votos sendo desviados e substituídos por outros com as votações que queriam, sem contar as adulterações de mapas durante as apurações. Quer dizer, podia até fazer recontagens que não se conseguia detectar a fraude. Enfim, um festival de maracutaias.
      A adoção das urnas eletrônicas apenas facilitou o trabalho da gang, pois bastou o exercício de uma programação, afinal, os hackers estão aí para isso mesmo.

    3. Eles não vai conseguir tirar no tapetão. Inveja, é isso que eles sentem. Nenhum deles, nem todos eles juntos, chegam aos pés do Bolsonaro. Bolsonaro é aclamado pelo povo e isso incomoda, e muito!!!!! Não tem crime nenhum a ser avaliado, então precisam criar um, criar leis, criar narrativas…. Essa gente é o que há de pior na nossa política.

  2. Eu espero que tenham senadores de bo. Senso capaz de barrar mais essa tentativa de derrubar Bolsonaro. Não elegemos esses abutres pra isso. Onde estão as pessoas de bem desse país? Chega, ninguém aguenta mais ver tanto sarcasmo e desmandos nesse país.

  3. Isto aqui não tem mais jeito, e acho que temos uma oportunidade única de acabar com esta palhaçada toda, mais fake news que fez o PT impossível e vão investigar novamente o Bolsonaro kkkk que ganhou a eleição sem grana, sem tempo de TV com um celular na mão.Querem derrubar o PR a qualquer custo, vão trabalhar seus vagabundos. Depois vai vir o mimimi e a choradeira né.

  4. Quão bom seria que as forças armadas adentrassem o STF e o Congresso, fazendo uso do art. 142, destituindo e prendendo aqueles ratos que lá se encontram. Bando de sanguessugas do erário e traíras da nação.

    1. Sonho com isso todos os dias mas parece que os homens dos botões dourados fingem não estarem vendo a putaria que ocorre no país. Pelo jeito vai ter que partir do sub-oficialato a nobre missão de defenestrar a comunalha maldita deste país.

  5. O povão tem que ir as ruas dia de semana e nao de domingo para impedir a continuação desta porcaria de cpi de fake news, este escarnio, esta corja de vagabundos psicopatas que não pensam em outra coisa do que acabar com o governo de Bolsonaro. São demonios invejosos e incompetentes mas com poder nas mãos. Nos temos que tirar o poder destes vagabundos que ganham fortunas às nossas custas para ficarem com fofocas e com interpelações e ameaças a quem se diz apoiador do governo. É pau nestes filhos da puta.

  6. atropelam toda a razão e bom senso alem do regimento e leis e querem instaurar o tribunal dos crimes futuros e sensor dos adversário na mais pura vigarice e audácia… quem vai pará-los? e quem vai investigá-los?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro