Com Marconny Faria, CPI da Covid chega a 30 investigados

Também estão na lista o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello e o ex-secretário executivo do Ministério da Saúde Elcio Franco
-Publicidade-
CPI da Covid, em primeiro plano, o relator, Renan Calheiros | Foto: Pedro França/Agência Senado
CPI da Covid, em primeiro plano, o relator, Renan Calheiros | Foto: Pedro França/Agência Senado

O relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), anunciou nesta quarta-feira, 15, que o empresário Marconny Faria, apontado como lobista da Precisa Medicamentos, passou da condição de testemunha para investigado.

“Passo a elevar a lista dos investigados desta Comissão Parlamentar de Inquérito e incluo nesta oportunidade o nome do senhor Marconny Faria”, afirmou o emedebista.

Leia mais: “CPI da Covid aprova convocação de ex-mulher de Bolsonaro”

-Publicidade-

Ao todo, a CPI já tem uma lista de 30 investigados, entre eles, o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello e o ex-secretário executivo do Ministério da Saúde Elcio Franco.

Depoimento de Marconny Faria

Marconny negou que tenha atuado como lobista da Precisa Medicamentos. Ele disse que foi sondado quando a empresa queria vender testes rápidos de covid ao Ministério da Saúde, mas afirmou que as tratativas não avançaram e negou ter recebido dinheiro da empresa.

“O Ministério da Saúde cancelou essa concorrência em andamento e decidiu pela utilização de outros meios de testagem da população, tendo aí terminado toda e qualquer participação no assunto, ou seja, tudo isso não passou de uma conversa de WhatsApp que durou aproximadamente 30 dias”, afirmou.

Mensagens cedidas pelo Ministério Público Federal à CPI demonstram que Marconny participou ativamente de tentativa de fraudar licitações da Saúde para a compra de testes anticovid. Ele chegou a discutir uma “arquitetura ideal” para fraudar licitações.

Essa atuação teria acontecido em associação com Francisco Maximiano e Danilo Trento, ambos da Precisa, José Ricardo Santana, ex-secretário de órgão vinculado à Anvisa, e Roberto Dias, ex-diretor de logística do Ministério da Saúde.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.