Comissão de investigação chinesa respalda narrativa de Eduardo Bolsonaro

Colegiado chinês considera culpada atuação da polícia, que repreendeu médico Li Wenliang
-Publicidade-

O Estado chinês deu ao deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) elementos que endossam sua análise de que o próprio governo da China é o responsável pela propagação do coronavírus. Nesta quinta, 19, uma comissão de investigação oficial do país considerou culpada a polícia de Wuhan — cidade que se tornou o epicentro do coronavírus — pela prisão do oftalmologista Li Wenliang.

Em 30 de dezembro, quando a covid-19 provocou o adoecimento de sete pacientes em um hospital de Wuhan, Wenliang comunicou outros médicos sobre o coronavírus. Ele e mais sete médicos foram isolados do tratamento de pacientes e obrigados a assinar um documento reconhecendo que estariam “espalhando boatos”.

Após assinar o documento, em 3 de janeiro, o Tribunal Supremo o reabilitou. Contudo, Wenliang contraiu o coronavírus e faleceu em 6 de fevereiro. O oftalmologista se tornou um herói nacional na China e, desde então, sua morte motivou uma investigação. O resultado saiu hoje.

-Publicidade-

“Inapropriada”

A polícia, segundo a comissão de investigação, atuou de maneira “inapropriada”. O colegiado pede a “revogação” da advertência e que as autoridades “estabeleçam as responsabilidades” dos envolvidos.

Na prática, o parecer do colegiado respalda os argumentos de Eduardo. Na quarta 18, ele replicou uma thread no Twitter que acusa o governo chinês de ter negligenciado as denúncias de Wenliang, que, por sua vez, contribuíram para a propagação do vírus em escala global.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

14 comentários Ver comentários

  1. Estou de acordo com você, comunistas não tem honra, não tem amor ao próximo, não tem honestidade! O que importa para eles e conquistar, destruir quem não os apoiam e as vezes destroem e matam até seus apoiadores, vide ex: Stalin, !!!!

  2. Quando se fala a verdade que compromete o governo chinês, eles imediatamente ficam irados e dizem que estão espalhando BOATOS. Foi isso exatamente que estão fazendo com Eduardo Bolsonaro e com os primeiros médicos chineses que avisaram sobre o vírus.

  3. É fato que a epidemia se iniciou na China. É fato que o ģoverno chinês escondeu a evolução da epidemia por mais de 1 mês. É fato que a China é uma ditadura. Então qual o sentido desse embaixador chinês bater de frente à afirmações verídicas?? Onde está a ética desse embaixador?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.