Comissão que trata da reforma tributária deve suspender sessões presenciais

Estão sob avaliação diversas alternativas para que deputados e senadores deem celeridade à votação de uma proposta de reforma tributária
-Publicidade-

Estão sob avaliação diversas alternativas para que deputados e senadores deem celeridade à votação de uma proposta de reforma tributária

O senador Roberto Rocha (PSDB-MA), presidente da comissão mista da reforma tributária, afirmou nesta sexta-feira, 13, que, em razão do surto do novo coronavírus, os trabalhos presenciais do grupo que chefia devem ser suspensos até o fim de março, informa o site Poder 360.

Segundo ele, estão sob avaliação diversas alternativas para que congressistas deem celeridade à votação de uma proposta de reforma tributária. Uma delas, por exemplo, já tramita na Casa, cuja autoria é do economista Bernard Appy. O texto é considerado a “menina dos olhos” do presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ).

-Publicidade-

Do outro lado da Praça dos Três Poderes, o ministro da Economia, Paulo Guedes, finaliza a redação dos últimos trechos do texto que seria apresentado, na próxima semana, como a proposta do governo federal. Até ser definido o formato de reuniões do grupo que vai analisar o tema, o Planalto deve ganhar algum fôlego.

A comissão mista foi instalada e teve a primeira reunião de trabalho em 4 de março deste ano. Seu objetivo é unificar duas Propostas de Emenda à Constituição que tramitam no Congresso — a nº 110, do Senado, e a nº 45, da Câmara.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.