Contra decreto de armas de Bolsonaro, ONGs vão ao STF

Presidente flexibilizou regras de posse e porte dos equipamentos
-Publicidade-
De acordo com o governo federal, a medida desburocratiza procedimentos e aumenta a clareza sobre a regulamentação
De acordo com o governo federal, a medida desburocratiza procedimentos e aumenta a clareza sobre a regulamentação | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Na tentativa de derrubar os decretos do presidente Jair Bolsonaro que flexibilizaram a aquisição de armas no Brasil, o Instituto Igarapé anunciou que vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo a organização não-governamental (ONG), a decisão do Poder Executivo “põe a população em grave risco e favorece criminosos”. A ONG informou, ainda, que outras entidades acionarão a Corte.

Entre outros pontos, o Igarapé critica a permissão para que atiradores e caçadores registrados comprem até 60 e 30 armas, respectivamente, sem a necessidade de autorização expressa do Exército. Conforme noticiou Oeste, Bolsonaro alterou quatro medidas de 2019 que regulam a aquisição de armamento e munição por agentes de segurança e por colecionadores, atiradores e caçadores.

-Publicidade-

De acordo com o governo federal, a medida desburocratiza procedimentos, aumenta a clareza sobre a regulamentação, reduz discricionariedade de autoridades e dá garantia de contraditório e ampla defesa. “Em 2005, via referendo, o povo decidiu pelo direito às armas e pela legítima defesa”, escreveu Bolsonaro, no Twitter, na sexta-feira 13. A mudança tem 60 dias para entrar em vigor.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 comentários

  1. Tudo a ver, o objetivo e interesse das ONGs, com o nosso direito de defesa em paridade com os bandidos!
    Até quando vamos ter um STF absolutamente corrompido e preenchido por militantes de esquerda?
    Que loucura!

  2. com certeza a dona dessa ONG tem segurança armado e mora em condomínio fechado, risco corre o cidadão comum, desarmado, frente aos bandidos (sempre colocados em liberdade pelo STF.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site