-Publicidade-

CoronaVac: Doria diz que a Anvisa precisa ter ‘senso de urgência’

Governador de São Paulo quer a liberação do imunizante produzido pelo Instituto Butantan
O governo de SP, comandado por João Doria, quer começar a vacinação contra a covid-19 em 25 de janeiro
O governo de SP, comandado por João Doria, quer começar a vacinação contra a covid-19 em 25 de janeiro | Foto: Governo do Estado de São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou no domingo 10 que a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) precisa ter “senso de urgência” para liberar a CoronaVac, vacina contra o coronavírus desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

Pelo Twitter, Doria disse que os ritos da ciência devem ser respeitados, mas é preciso lembrar que o Brasil perde “cerca de mil vidas por dia para a covid-19”. “Com a liberação da Anvisa, milhões de vacinas que já estão prontas poderão salvar vidas”, afirmou o governador.

No sábado 9, a agência pediu ao Butantan que encaminhasse mais dados sobre a CoronaVac, para que fosse possível dar continuidade à análise. O instituto fez o pedido para o uso emergencial na sexta-feira 8.

O governo de São Paulo quer começar a vacinação contra a covid-19 em 25 de janeiro.

Leia também: “CoronaVac: não há pedido de uso emergencial, informa Anvisa”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

16 comentários

  1. A correria pra vacina só é justificável pela indústria farmacêutica.Existe necessidade de vacinar os vulneráveis ( Pctes de risco) e profissionais da saúde. O resto da população pode aguardar a comprovação de eficácia. Mesmo porque existe a forte possibilidade de que quem já pegou a doença pode ter imunidade sim. Os casos de reinfecção são muito poucos e devemos estudar melhor. Corre-se o risco de fazer uma vacinação em massa sem realmente precisar.pelo governador João Doria, que realmente descobriu seu verdadeiro dom( representante comercial da indústria farmacêutica) pagaríamos 1000 por dose e tudo bem

  2. Nem vou mais comentar nada desse vigarista aí. Mas o que ainda não desceu e está entalado na garganta é a parte do governo federal (Ministério da Saúde) que importou essas mesmas vacinas, sem autorização da Anvisa e hiperfaturadas a tal ponto que chegam a 3 (três) vezes o preço da Vachina importada da Dóriana. Isso para mim, já é suficiente que se investigue esse “general” que comanda essa pasta, só pode ter corrupção da grossa nessa história.

    1. Comunista é tudo igual. São uns camaleões. Até aqui, tudo era movido em nome da ciência. Como atualmente a ciência não está mais ajudando, ela que se exploda! Agora tudo é em nome do senso de urgência. Hipocritas!! Quantas mortes poderiam ter sido evitadas se não tivessem detonado o tratamento precoce em nome da “ciência”?

  3. E o respeito as vidas dos brasileiros marqueteiro Dória?. Não consigo entender como fui tucano tanto tempo, inclusive filiando-me para apoia-lo nas prévias à prefeitura de São Paulo. Entendo que hoje neste pais, o que melhor temos é mesmo o “tiosão” Bolsonaro que fala um monte de bobagens, mas construiu sem políticos, excelente equipe com civis e democráticos e qualificados militares.
    Pessoal, em 2022 o VOTO IMPRESSO é necessário para ninguém alegar que houve fraude. Basta conta-los senhores ministros do STF. Por que esse medo do VOTO IMPRESSO, se ele é blindado e automaticamente encaminhado para urna eletrônica?. É a única forma de AUDITAR e se necessário em disputas acirradas RECONTAR a pedido de qualquer concorrente, não só do Bolsonaro. É também a única forma de evitar manifestações de inconformados.
    Se Bolsonaro pede o voto impresso é exatamente para evitar conflitos. Que poderes estranhos tem os ministros do STF para torna-lo inconstitucional?

  4. A hipocrisia não deixa dizer que o grau de confiabilidade da coronavac é menor do que a do tratamento preventivo e tratamento precoce. Não deixa dizer que como todo vírus, se ele sofrer mutação (e isso já está acontecendo), a vacina perderá grande parte de sua eficácia. Tanto é assim, que todo ano é preciso criar novas vacinas com novas cepas contra a gripe comum. Hi-po-cri-sia em nome do $$$$$$

  5. Esse mau-caráter joga o jogo mais sujo para agradar seus parceiros de crime.
    É traição pura ao povo que o elegeu e ao seu País!

  6. A Anvisa deve desempenhar seu papel sem interferência política e o Ditadoria tem, urgentemente, que melhorar seu “senso de moral, ética e respeito às pessoas e às instituições”.

  7. Isso já está dando NOJO. Não cumpre o protocolo de forma correta, não entrega a documentação solicitada pela Anvisa e fica fazendo pressão. Isso é jogar para a plateia desinformada.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês