Covidão: CPI investiga se governo de SP pagou duas vezes ao mesmo médico

O IABAS também é alvo de investigações do MPF em contratos para a implantação de hospitais de campanha no RJ
-Publicidade-
Parte do hospital de campanha do Anhembi será fechada | Foto: Prefeitura Municipal de São Paulo
Parte do hospital de campanha do Anhembi será fechada | Foto: Prefeitura Municipal de São Paulo | fecha, parte, hospital de campanha do anhembi, cidade de são paulo, bruno covas

O Iabas também é alvo de investigações do MPF em contratos para a implantação de hospitais de campanha no RJ

deputados
 Foto: TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO CONTEÚDO

Em depoimento à CPI das Quarteirizações, Claudio Alves França, presidente do Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde (Iabas), confirmou ontem, quarta-feira 26, que médicos lotados em Unidades Básicas de Saúde foram usados também para o atendimento no Hospital de Campanha do Anhembi, em São Paulo. Para o deputado estadual Edmir Chedid (DEM), a fala de França levanta a suspeita de que o poder público tenha pago duas vezes ao mesmo profissional de saúde.

-Publicidade-

Leia também: “Com dirigentes presos no Rio, Iabas administra mais de 80 serviços na saúde de SP”

A CPI das Quarteirizações acontece na Assembleia Legislativa de São Paulo e investiga irregularidades no uso de verbas estaduais em contratos com o terceiro setor. O Iabas foi contratado para desenvolver atividades no Hospital de Campanha do Anhembi entre 3 abril e 31 de julho, trabalho pelo qual teria recebido mais de R$ 71 milhões dos cofres públicos. Conforme publicado em Oeste, o instituto também é alvo de investigações do Ministério Público Federal, em contratos para a implantação de hospitais de campanha no Rio de Janeiro.


-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.