Covidão: R$ 160 milhões foram desviados de Estados e municípios

É o que garantiu o ministro da CGU, Wagner Rosário
-Publicidade-
O ministro da CGU, Wagner Rosário
O ministro da CGU, Wagner Rosário | Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, disse que o órgão descobriu uma série de desvios de verbas destinadas ao enfrentamento do coronavírus — o caso é conhecido, informalmente, pelo nome Covidão. Segundo Rosário, o valor preliminar subtraído chega a R$ 160 milhões, porém, a quantia roubada deve aumentar à medida que as investigações da CGU e da Polícia Federal avançarem. “Identificamos muitos casos de corrupção em Estados e municípios”, revelou, em entrevista ao programa Direto ao Ponto, da rádio Jovem Pan, na segunda-feira 24. 

Para o chefe da CGU, é preciso que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 amplie o escopo, com a finalidade de alcançar prefeitos e governadores. “Me parece que o foco da CPI tem sido muito a gestão federal, mas nós sabemos que não é simples, envolve muita gente”, afirmou, ao mencionar que a CGU está monitorando várias partes do país. “Em uma reunião, selecionamos 278 entes federados que seriam acompanhados: capitais, seis ministérios, os Estados, municípios acima de 500 mil habitantes etc. Mobilizamos equipes para cada Estado de modo a acompanhar as compras voltadas à luta contra o vírus.”

Leia também: “Secretária do Ministério da Saúde depõe hoje na CPI da Covid”

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

8 comentários Ver comentários

  1. É vital para o crime organizado a derrubada de nosso desejo de rearrumar o País via a manutenção de Jair Bolsonaro na Presidência da República.
    Difícil tarefa e muito pouca provável de acontecer em curto espaço de tempo.
    Nosso trabalho é hercúleo, a começar pelo impedimento das narrativas do crime organizado com vasta propagação pelas suas teias nos órgãos de imprensa, concomitantemente ao de colocarmos o Congresso e o Executivo no mesmo patamar do Judiciário, absurdamente desequilibrado pelo ativismo judicial do STF, bem como de irmos libertando nossas crianças, jovens e adolescentes da Educação Crítica freiriana que impede a verdadeira instrução e promove prejuízos incalculáveis e irreparáveis na lógica e bom senso das pessoas.

  2. Aguardemos os próximos lances!!
    Sempre, desde janeiro 2.019, os fatos são verdadeiramente revelados no máximo em 30 dias
    Aguardemos!!!
    Estão buscando o confronto. Mas se Salles tem culpa mo cartório será demitido.
    É assim que funciona este ótimo governo.
    Bolsonaro 22.

    1. José, toda operação coordenada pelo Alexandre “o pequeno” é ATO POLÍTICO. Não espere nenhuma decisão íntegra dele. Salles já foi absorvido pela justiça do Amazonas.

  3. O DIRETOR DA PF NÃO FOI INFORMADO COM ANTECEDÊNCIA SOBRE A OPERAÇÃO CONTRA SALLES – REALIZADA POR “AGENTES DA PF”, SEUS SUBORDINADOS.
    É MOLE?
    PARTE DA PF TÁ VIRANDO UM “uma milícia” DO STF!! Que vergonha!

  4. Só com a força venceremos esta guerra.
    Se os inimigos estão identificados, chegou-se o exato instante de acuá-los, prendendo-os sob a Guarda de um tribunal superior MILITAR, acima da constituição.
    Párias genocidas de uma merda!!!

  5. Isso mostra que essa cpi parece que veio de propósito para desviar o foco de quem realmente roubou e foi genocida nessa pandemia. Tem que mudar o foco e ouvir todos os entes que participam do processo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.