CPI ouve coronel que participou de jantar com suposto pedido de propina

Marcelo Blanco, ex-assessor do Departamento de Logística do Ministério da Saúde, era subordinado a Roberto Ferreira Dias
-Publicidade-
Marcelo Blanco será ouvido nesta quarta-feira, 4, pela CPI da Covid no Senado
Marcelo Blanco será ouvido nesta quarta-feira, 4, pela CPI da Covid no Senado | Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados

A CPI da Covid ouve nesta quarta-feira, 4, o tenente-coronel da reserva do Exército Marcelo Blanco, ex-assessor do Departamento de Logística do Ministério da Saúde. Segundo os membros da comissão, ele participou de um jantar em que teria havido um pedido de propina para a compra de doses da vacina da AstraZeneca contra a covid-19.

O jantar teria ocorrido no dia 25 de fevereiro deste ano em um restaurante de Brasília e foi revelado pelo cabo da Polícia Militar Luiz Paulo Dominguetti. Segundo o policial, o pedido de propina teria sido feito por Roberto Ferreira Dias, ex-diretor de Logística da pasta, a quem Blanco era subordinado.

Leia mais: “Reverendo chora em depoimento: ‘Fomos usados de maneira ardilosa’”

-Publicidade-

Segundo Dominguetti, Dias teria condicionado a compra do imunizante ao pagamento de US$ 1 adicional por dose. De acordo com essa versão, Blanco teria apresentado Dias a Dominguetti e presenciado toda a negociação.

O ex-assessor da Saúde também se reuniu com outros supostos vencedores de vacinas, como Cristiano Carvalho, que também se apresentava como intermediador da Davati Medical Suplly.

Leia também: “CPI quebra sigilo de Ricardo Barros e reconvoca ex-número 2 da Saúde”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro