CPI: Renan Calheiros e Humberto Costa querem quebrar sigilo de jornalistas

Objetivo é investigar as contas de 5 jornalistas e 2 produtoras a partir do início de 2018
-Publicidade-
Da esquerda para a direita, os senadores Humberto Costa, Randolfe Rodrigues e Renan Calheiros
Da esquerda para a direita, os senadores Humberto Costa, Randolfe Rodrigues e Renan Calheiros | Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado

Os senadores Humberto Costa (PT-PE) e Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid, pediram as quebras dos sigilos bancários de donos de sites de jornalismo e duas produtoras. Na mira estão Allan dos Santos (Terça Livre), Raul Nascimento dos Santos (Conexão Política), Paulo Enéas (Crítica Nacional), José Pinheiro Tolentino Filho (Jornal da Cidade), Tarsis de Sousa Gomes (Renova Mídia) e as produtoras LHT HIGGS LTDA (Brasil Paralelo) e Farol Produções Artísticas (Senso Incomum). O objetivo é investigar as contas dessas empresas a partir do início de 2018.

Leia também: “Renan Calheiros solicita quebra de sigilo bancário da Jovem Pan”

Os parlamentares alegam que os membros desta lista podem ter integrado um esquema de “Caixa 2” para apoiar o então candidato Jair Bolsonaro e são suspeitos de receber aportes financeiros para se posicionarem a favor do presidente da República durante a pandemia. Os senadores também requisitaram que a plataforma WordPress identifique os responsáveis pelo site República de Curitiba.

-Publicidade-

“Ainda, de acordo com as notícias, o grupo composto influenciou fortemente na radicalização política adotada pelo Palácio do Planalto, interferindo e influenciando ações políticas por meio da divulgação de informações falsas em redes sociais”, disse Renan nos requerimentos.

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro