-Publicidade-

‘Crime contra o Brasil’, diz Guedes sobre reajuste para o funcionalismo

Senado decidiu conceder aumento salarial a servidores públicos durante a pandemia de coronavírus
O ministro da Economia, Paulo Guedes: decisão do Senado irritou o governo | Foto: MARCELLO CASAL/AGÊNCIA BRASIL
O ministro da Economia, Paulo Guedes: decisão do Senado irritou o governo | Foto: MARCELLO CASAL/AGÊNCIA BRASIL | O ministro da Economia, Paulo Guedes, em evento no Palácio do Planalto | Foto: MARCELLO CASAL/AGÊNCIA BRASIL

Senado decidiu conceder aumento salarial a servidores públicos durante a pandemia de coronavírus

crime contra o brasil
O ministro da Economia, Paulo Guedes, em evento no Palácio do Planalto | Foto: MARCELLO CASAL/AGÊNCIA BRASIL

O ministro da Economia, Paulo Guedes, reagiu na noite da quarta-feira 19 à decisão do Senado de permitir reajuste salarial a servidores públicos durante a pandemia de coronavírus. “Pegar dinheiro de saúde e permitir que se transforme em aumento de salário para o funcionalismo é um crime contra o país”, declarou Guedes em entrevista coletiva. Engessar os rendimentos da categoria até o fim de 2021 foi uma contrapartida definida pelo governo, como resultado de um acordo, para o pacote de socorro de R$ 60 bilhões a Estados e municípios, cujos cofres foram abalados financeiramente pela covid-19.

“Injetamos muitos recursos na crise da saúde. E o Senado deu um sinal muito ruim permitindo que o dinheiro destinado à epidemia possa se transformar em aumento de salário. Isso é um péssimo sinal. Temos que torcer para a Câmara conseguir segurar a situação”, afirmou Guedes. Assim sendo, o governo espera que a medida aprovada pelos senadores seja derrubada pelos deputados. Conforme o ministro, se o reajuste for ratificado, há risco de os cofres púbicos perderem R$ 120 bilhões. Na iniciativa privada, milhões de trabalhadores tiveram seus contratos suspensos e salários reduzidos.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

12 comentários

  1. Infelizmente de um Senado composto de corruptos, ignorantes e politiqueiros, não se pode esperar nada diferente de atuar com o fígado, quando se percebe claramente a indicação da sociedade que mudanças estão por vir.
    Tentam segurar o máximo de possíveis eleitores, e o grupo de servidores públicos, boa parte apenas aparelhando o Estado justamente para fins eleitoreiros, é, sem dúvidas, um dos seus grupos alvos.

    1. Concordo plenamente, o aparelhamento do estado vai dificultar muito o avanço do país nos próximos anos. Com atitudes como essa do senado, é q vemos qual o lado q os partidos políticos escolheram p defender. Temos q boicotar os partidos. Foco neles.

      1. Muitos destes senadores não voltarão para outro mandato. Aqui em Minas, Anastasia e Rodrigo Pacheco estão queimados a muito tempo.

      2. Concordo plenamente! Esses dois , principalmente o Rodrigo por ser novato, decepcionaram.

      3. Simples:
        Não votem em candidatos à reeleição que foram a favor dessa aberração. Isso, como se diz por aí É UM ABSURDO!
        Sou a favor do funcionalismo público ser regido pela CLT, como a grande maioria dos trabalhadores brasileiros, parlamentar não deveria ter acessória parlamentar permanente, porque? Acaba com as mordomias do cargo e fim das rachadinhas.
        Isso chama-se transparência 100%. Algum parlamentar do Senado ou Câmara apoiaria isso …. já sabemos o resultado. Sou também a favor de não haver verba partidária pública em eleições.
        Jonald Coelho

      4. Deixem o Min. Guedes trabalhar. Ele está trabalhando para o futuro, com o apoio do nosso presidente. Os atuais políticos em exercício só estão pensando na verba partidária. Se eu pudesse acabava com essa farra. Desafio os congressistas atuais, aprovarem o fim das verbas de campanhas partidárias públicas, aliás é o dinheiro dos nossos impostos que alimenta esse rebanho de hienas de ocasião.
        Sofia em frente Min Guedes. O Brasil necessita do seu esforço quer gigantesco para quebrar essa barreira feudal chamada congresso.
        Jonald Coelho

  2. O q resta ao povo é pensar nas eleições q virão, á começar por esse ano. Os brasileiros tem q se atentar aos partidos políticos, em q lado da balança estão os seus candidatos, pertencem a partidos como DEM, PSDB, MBL, PT, PSOL e outros q atualmente jogam contra o brasil, fazem d tudo p fazer o país andar pra trás, só p atingir o governo. Esses partidos ganham força nas cidades, mesmo as pequenas, ganham prefeituras, e por consequência ganham aporte político p barganhar com seus aliados partidário em Brasília. Temos q fazer campanha contra esses partidos, eles sim são inimigos do povo. Taí o resultado com essa votação no senado.

  3. A população precisa votar apenas em gente comprometida com Bolsonaro e Guedes. O que o senado fez foi imoral além de uma quebra do acordo feito com o executivo no começo da pandemia. Só isso já deveria ser suficiente para anular essa sessão do senado.

  4. Esse Senado é um lixo, só presta para fazer porcaria. Agora, para dar seguimento à CPI da Toga e aos pedidos de impeachment de ministros do STF, capaz que aconteça… Corja. Sistema bicameral, oneroso como é, para isso???

  5. Amigas e amigos, vamos fazer uma campanha massiva contra essa traição do congresso ao país. Vamos usar as redes sociais contra esse absurdo de dar aumento a uma categoria que já possui alguns condições bem melhores que o trabalhador da iniciativa privada.o país combatendo a pandemia, o governo auxiliando com recursos empresas e pessoas , acertou com o congresso que não haveria aumento no funcionalismo para não quebrar o país e agora o senado, para fazer média com o funcionário público ou para inviabilizar o governo, faz o contrário do acerto. Isso tera efeito cascata. Que os bons funcionários públicos se manifestem contra o egoísmo. O país todo enfrentando dificuldade e aí vem essa bomba , como se o dinheiro público desse em árvore.esse senado além de omisso trai o acerto com o governo. Espero Que Bolsonaro pare de elogiar alcolumbre e maia. Entendo que ele faz a política da Boa vizinhança mas me parece que eles só apunhalam . Vamos ajudar fazendo movimentação em nossas redes sociais contra este aumento absurdo.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês