Damares: Bolsonaro está sendo tratado como ‘carrasco’ por veto a absorvente, mas nenhum governo se preocupou com isso

'Hoje, a gente tem que decidir, a prioridade é a vacina ou é o absorvente?', questionou a ministra
-Publicidade-
Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves | Foto: Willian Meira/MMFDH
Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves | Foto: Willian Meira/MMFDH

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, disse nesta sexta-feira, 8, que nenhum governo se preocupou com absorventes para mulheres pobres, mas agora o presidente Jair Bolsonaro, por vetar a proposta, está sendo tratado como um “carrasco”.

“Hoje, a gente tem que decidir, a prioridade é a vacina ou é o absorvente? As mulheres pobres sempre menstruaram neste Brasil e a gente não viu nenhum governo se preocupar com isso. E agora o Bolsonaro é o carrasco porque ele não vai distribuir neste ano”, disse.

Leia mais: “Antes de Bolsonaro, Haddad vetou distribuição ‘gratuita’ de absorvente”

-Publicidade-

A declaração foi dada durante um evento em Francisco Beltrão, no sudoeste do Paraná. Bolsonaro vetou a proposta argumentando que o projeto aprovado no Congresso não estabeleceu fonte de custeio.

Hoje, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse que o veto é “candidatíssimo a ser derrubado”. “O Congresso está pronto para contribuir com o governo nas soluções de cunho fiscal”, afirmou nas redes sociais.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.