De olho em 2022, Doria promove ‘dança das cadeiras’ no 1° escalão

Tucano decidiu agradar emedebistas e deu cargo a deputado estadual do MDB
-Publicidade-
O governador de São Paulo busca apoio para a disputa eleitoral do ano que vem
O governador de São Paulo busca apoio para a disputa eleitoral do ano que vem | Foto: Reprodução/Redes Sociais

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), fez mudanças no primeiro escalão do governo nesta segunda-feira, 17. Gustavo Junqueira saiu da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, conforme nota emitida na noite de ontem pela gestão tucana. A pasta, agora, passa a ser chefiada pelo deputado estadual Itamar Borges (MDB). Junqueira vai assumir a presidência da Invest SP, agência estadual de promoção de investimentos do governo. O órgão de publicidade estava sob o comando do empresário Wilson Mello, que deixará a função para voltar a trabalhar na iniciativa privada.

A “dança das cadeiras” é vista como meio de consolidar o apoio do MDB ao PSDB não só no Estado de São Paulo mas também na disputa federal do ano que vem. Doria é pré-candidato informal ao Palácio do Planalto. A aproximação dele com o MDB ficou mais clara durante as eleições municipais do ano passado. O novo prefeito da capital paulista, Ricardo Nunes (MDB), só chegou à chapa de Covas em razão das manobras de Doria. Alas do PSDB queriam, inicialmente, a entrada de uma mulher, com a finalidade de agradar o eleitorado de esquerda. À época, aventava-se a entrada da ex-senadora Marta Suplicy.

Leia também: “Trump destitui rival e põe aliada em posto-chave do Partido Republicano”

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 comentários

  1. Seria aconselhável ele ficar de olho em qualquer cargo em empresa privada, que esteja disposta a contratá-lo, pois se depender de eleições não se elege nem para porteiro de circo mambembe.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site