De saída, Marco Aurélio Mello defende enxugamento do STF

Ministro também afirmou que o Supremo precisa julgar 'com humildade e com os pés no chão'
-Publicidade-
Ministro do STF Marco Aurélio Mello | Foto: Nelson Jr./SCO/STF
Ministro do STF Marco Aurélio Mello | Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O decano do Supremo Tribunal Federal, ministro Marco Aurélio Mello, defendeu uma reforma processual que reduza a competência criminal da Corte. A declaração foi dada ao podcast “Supremo na Semana”, do STF, pouco antes de sua aposentadoria, que ocorrerá na segunda-feira 12.

“É preciso que a atribuição, a competência do Supremo, seja enxugada. Por que a Suprema Corte [dos Estados Unidos], por exemplo, julga por ano, são nove integrantes, 100 processos e aqui nós julgamos milhares de processos? Isso gera uma angústia muito grande para o julgador, que é a conciliação da celeridade com o conteúdo”, afirmou.

Leia mais: “Mudanças no Código de Processo Penal podem enfraquecer poder do MP”

-Publicidade-

O ministro também disse que o Supremo precisa julgar “com humildade e com os pés no chão”, respeitando a “pedreira” da magistratura, em menção aos juízes de primeira instância, e os ritos processuais.

“Quem nos garante que a decisão mais consentânea com a ordem jurídica seja sempre do Supremo? Eu, por exemplo, confio muito na pedreira da magistratura que está na primeira instância, no juiz de primeira instância, mesmo porque ele ouve as testemunhas, ele tem contato com os elementos probatórios que são coligidos no processo”, defendeu.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

17 comentários

  1. Pois esse filho da puta quer pés no chão? Me lembrou do Diabo do Constantine colocando os pés no chão e conspurcando tudo que tocou, igualzinho o STF.

  2. E por que vc não atuou do jeito que alegadamente defende, seu hipócrita inútil? Que se retire à irrelevância de sua mediocridade e não nos perturbe mais!

  3. Você ainda não se foi, MAM? Não larga o osso mesmo, hein? Aliás, para que largar? Não faz nada (só perturba!), e ganha um super-salário, que os simples e espoliados pagadores de impostos jamais atingirão.

  4. Lá se vai um FDP mas quando penso que teremos que aturar Gilmar, Toffoli, Lewan, Moraes, Barroso……Me dá depressão !!! PEC da bengala para esses filhos da puta !

  5. E O QUE FEZ ESSA CRIATURA PARA, AO MENOS, TENTAR MINIMIZAR ESSE ESTADO
    DE COISAS? JÁ VAI TARDE! TODAVIA, SE PRETENDE SE REDIMIR QUE TENHA A
    DECÊNCIA DE ESCREVER UM LIVRO E RELATAR TUDO QUE SABE E VIU ENQUANTO
    NO STF.

  6. Fala uma coisa e pratica outra, nada mais estranho.
    É a formação do homem longe da essência da Lógica Aristotélica, que leva essas cabeças ao devaneio.
    Em compensação como uma das consequências da pratica do relativismo proporcionado pela Lógica Modal, extremamente utilizada nos meios acadêmicos da época dos illuminatus para cá!

  7. Ele está absolutamente correto, mas deveria ter patrocinado essa mudança quando foi o Presidente do STF. Falar agora não ajuda em nada, apenas comprova o espírito corporativista dos hóspedes vitalícios da Casa. Esse negócio de regimento interno é pretexto para extrapolação. Quem define a atuação da Corte é o legislativo, cada dia pior e sem nenhum interesse no tema.

  8. A REALIDADE É UMA SÓ!HÁ UMA CORJA DE BANDIDOS NO BRASIL,COMO:POLÍTICOS,POLÍCIA E ATÉ JUIZES,QUE ROUBAM E AÍ SE SAFAM DA CADEIA,COM O APOIO DO SUPREMO.
    UM GRUPO DE PESSOAS QUE PENSAM EM SEU PRÓPRIO UMBIGO.
    GILMAR MENDES,SOLTOU O AMIGO QUE ELE FOI PADRINHO DE CASAMENTO.MARCOS AURÉLIO:SOLTOU UM TRAFICANTE,TOFFOLI:VENDEU SENTENÇA E QUANDO O CABRAL DENÚNCIA QUE TINHA FEITO,A MAIS ALTA CORTE,QUE PRA MIN NÃO SERVE PRA NADA,CASSOU O DIREITO DA DELAÇÃO PREMIADA DO CABRAL.
    SEMPRE DIGO QUE O BRASIL ENCONTRA-SE NESSA SITUAÇÃO PORQUE DA ONDE DEVERIA VIM O EXEMPLO NÃO VEM.
    POLÍTICA,JUSTIÇA E POLÍCIA.
    AINDA HÁ QUEM OS DEFENDA.

  9. Por que ele não propõe enxugar o quadro de funcionários dessas SUPREMAS CORTES acabar com o TSE, penduricalhos, férias de 60 dias, feriados judiciais e outras indecências que consomem elevados recursos públicos de uma sociedade que sequer tem saneamento básico para mais de 100 milhões de habitantes. São risíveis essas notáveis criaturas da CORTE. Nem as monarquias tem figuras tão entojadas.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site