Defesa divulga relatório sobre urnas eletrônicas

Conforme a pasta, 'não é possível afirmar que equipamento está isento de um código malicioso que possa alterar o seu funcionamento'
-Publicidade-
Desde a eleição do petista, vários brasileiros se organizaram em frente a quartéis na maioria dos Estados
Desde a eleição do petista, vários brasileiros se organizaram em frente a quartéis na maioria dos Estados | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Defesa divulgou nesta quarta-feira, 9, o relatório sobre as urnas eletrônicas. Produzido pelo Exército Brasileiro, o documento informa que “não é possível afirmar que a urna está isenta de um código malicioso que possa alterar o seu funcionamento”.

“Foi observado que a ocorrência de acesso à rede, durante a compilação do código-fonte e consequente geração dos programas (códigos binários), pode configurar relevante risco à segurança do processo”, comunicou o relatório. O Tribunal Superior Eleitoral sustenta que as urnas eletrônicas são 100% invioláveis.

A análise é fruto de um pedido do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), para que as Forças Armadas acompanhassem o processo eleitoral brasileiro.

-Publicidade-

O relatório propõe que o TSE atenda a algumas sugestões dos técnicos militares:

  • Realizar uma investigação técnica para melhor conhecimento do ocorrido na compilação do código-fonte e de seus possíveis efeitos;
  • Promover a análise minuciosa dos códigos binários que foram efetivamente executados nas urnas eletrônicas.

“Sugerimos a criação de uma comissão específica, integrada por técnicos renomados da sociedade e por técnicos representantes das entidades fiscalizadoras”, argumentou a pasta. “Em face da importância do processo eleitoral para a harmonia política e social do Brasil, solicito, ainda, a essa Corte Superior considerar a urgência na apreciação da presente proposição.”

Conforme a Defesa, o TSE definiu limites ao acesso dos militares ao sistema eleitoral, o que, segundo eles, dificultou a análise dos códigos-fonte. Foram realizadas somente análises estáticas, sendo impossibilitada a execução dos códigos, de acordo com o ministério.

Por isso, os militares não conseguiram compreender “a sequência de execução de cada parte do sistema eleitoral”. “O acesso aos códigos se deu pelo computador do TSE”, informou. “Cada equipamento tinha uma cópia do código-fonte. A Corte autorizou que os técnicos acessassem a Sala de Inspeção portando somente papel e caneta.”

Não há como ter certeza de que o código-fonte presente nas urnas é exatamente o que foi verificado pelo ministério, segundo a Defesa.

“O acesso ao código em um ambiente com as restrições supracitadas e com insuficientes ferramentas de análise, apesar de ter propiciado algum avanço na transparência do processo, não foi efetiva para atestar o correto funcionamento do sistema”, argumentou. “Por isso, é de parecer que somente um teste de funcionalidade em condições normais de uso poderia atestar que o conjunto funciona corretamente.”

Desde a eleição do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), vários brasileiros se organizaram em frente a quartéis na maioria dos Estados. Pouco antes, caminhoneiros fecharam rodovias em protesto à vitória do presidente eleito.

O presidente do Partido Liberal, Valdemar da Costa Neto, informou que a legenda não pretende contestar o resultado das eleições. Bolsonaro, contudo, poderá fazê-lo, se tiver “algo real na mão”, comunicou Costa Neto.

Como é feita a inspeção

Os boletins de urnas são impressos pelos equipamentos ao final das votações e informam os totais de votos de cada candidato, registrados ao longo do dia naquela respectiva urna.

A análise feita pela pasta era aguardada por milhares de pessoas que se manifestam contra a vitória do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Depois do fim do 1° turno deste pleito, o ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pediu que o documento fosse apresentado.

No entanto, a Defesa afirmou que só iria apresentar um relatório conclusivo sobre as urnas depois de 30 de outubro deste ano — 2° turno eleitoral. Técnicos militares analisaram boletins de urnas de 462 seções eleitorais.

Atualizada em 09/11/2022 às 19h50

Leia também: “A seita da urna eletrônica”, artigo de Rodrigo Constantino para a Edição 122 da Revista Oeste.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

69 comentários Ver comentários

  1. U RNAS ELETRÔ NICAS. ATENÇÃO

    Vale a leitura de cada palavra.

    Informações de conhecimento público, extraídas das fontes “públicas” citadas:

    Então brasileiro, vamos à informação.

    Relatório sobre as urnas eletrônicas. Fontes:

    1- UNICAMP (Relatório UNICAMP de 2013);
    2- SENADO FEDERAL 2018 (Relatório UNICAMP 2013);
    3- T SE (Relatório UNICAMP de 2002).

    Segue:

    1-RELATÓRIO UNICAMP – 2013:

    URNAS ELETRÔNICAS

    LABORATÓRIO DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO E CRIPTOGRAFIA DA UNICAMP

    RELATÓRIO 2013

    https://www.lasca.ic.unicamp.br/media/publications/relatorio-urna.pdf

    Parte final:

    “Vulnerabilidades no software da urna eletrônica brasileira (…)”.

    VERSÃO EM INGLÊS:

    SOFTWARE VULNERABILITIES IN THE BRAZILIAN VOTING MACHINE

    https://www.lasca.ic.unicamp.br/media/publications/chapter-final.pdf

    2- SENADO FEDERAL – 2018 (apresenta o Relatório UNICAMP 2013):

    https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2018/03/06/teste-feito-por-equipe-da-unicamp-revelou-falhas-de-seguranca-nas-urnas-eletronica

    “Segundo Diego, a equipe dele trabalhou em condições piores do que trabalhariam verdadeiros fraudadores, devido a restrições técnicas e de tempo impostas pelo tribunal, mas ainda assim foi possível explorar pontos vulneráveis para adulterar o software de votação e entrar no ambiente da urna eletrônica.

    Segundo o professor da Unicamp, o resultado não foi surpresa, visto que todo software é potencialmente vulnerável. Por isso, é importante o registro físico para que a escolha do eleitor seja resguardada de outra forma.

    – Esse é um entendimento da comunidade técnica internacional e segue a experiência de outros países. Não há país no mundo que tenha migrado para a votação eletrônica que não use o registro físico do voto como mecanismo de transparência. O registro físico é inegociável. É um instrumento básico de transparência – afirmou.

    Professor lembrou que há cinco anos participou de testes semelhantes feitos pelo TSE. E na ocasião a equipe dele elaborou um ataque que quebrava o sigilo dos votos.

    – Demonstramos que era possível recuperar os votos da urna em ordem, sabendo exatamente como votaram o primeiro, o segundo, o terceiro eleitores e assim sucessivamente – explicou”.

    Fonte: Agência Senado

    3- SITE T SE – DISPŌE DO RELATÓRIO UNICAMP “2002”:

    https://www.tse.jus.br/eleicoes/urna-eletronica/seguranca-da-urna/relatorio-da-unicamp-urnas-eletronicas

    ou

    https://www.justicaeleitoral.jus.br/++theme++justica_eleitoral/pdfjs/web/viewer.html?file=https://www.justicaeleitoral.jus.br/arquivos/relatorio-final-de-avaliacao-do-sistema-informatizado-das-eleicoes/@@download/file/TSE-relatorio-unicamp-avaliacao-sistema-informatizado.pdf

    A PRINCÍPIO O WEBSITE DO T SE APRESENTA UM RELATÓRIO DA UNICAMP (FONTE LINKS ACIMA) PORÉM, ANTERIOR A 2013, SEJA, DE 2002, ONDE ASSIM FINALIZA, À PÁGINA 47 DO RELATÓRIO 2002:

    “A confiabilidade do processo eleitoral depende crucialmente do controle sobre todas as etapas de sua condução, que deve ser exercido pela sociedade por meio dos partidos políticos, dos fiscais, dos mesários, dos juízes eleitorais e dos próprios eleitores. Algumas das recomendações acima só terão seus objetivos totalmente atendidos se houver a efetiva fiscalização e acompanhamento por representantes aptos a fazê-lo.

    O desenvolvimento e a implantação do Sistema Informatizado de Eleições demandaram alto investimento em equipamentos, infra-estrutura e treinamento de técnicos, mesários e eleitores.
    Assim, acredita-se que, a partir da experiência acumulada pelo TSE e partidos políticos na implantação do voto eletrônico e a partir da contribuição da comunidade científica e dos setores organizados da sociedade, é possível o aprimoramento do atual sistema e a consolidação dos processos de votação e totalização eletrônicos que se configuram como um enorme avanço no processo eleitoral brasileiro, principalmente quando confrontado com o uso de cédulas de papel e urnas convencionais”.

  2. Este relatorio teria que ter so uma pagina e estaria escrito assim = JA PEDIMOS ESSE CODIGO FONTE UM MONTE DE VEZES, E VCS NAO DERAMN, APARTIR DE AGORA EU NÃO TENHO QUE PROVAR MAIS NADA, VAISER VCS QUE TERÃO QUE ME PROVAR QUE NAO TEVE FRAUDE…E APARTIR DE AGORA ESTAO TODOS OS 11 PRESOS….

  3. Há uma falácia semântica.
    Fraude é substantivo, fraudável é adjetivo. Não se encontra uma fraude escondida como um ovo dentro da urna. É exclusivamente no resultado expresso do “fraudável” que a fraude se objetiva. Não analisaram os resultados concretos obtidos mas sim a “natureza fraudável” das urnas. O relatório de novembro não trouxe nada de novo só reiterou a já conhecidas natureza fraudável das urnas e evitou de apontar a fraude. Era precisamente o pré-conhecimento da natureza fraudável das urnas o que causava a insegurança eleitoral tão duramente censurada. Uma falácia semantica foi aplicada à maneira Pilatos na sociedade civil. Eu diria que este relatório foi uma fraude substantiva que fugiu da análise do ovo podre emitido pelas urnas. E por falar em ovo…

  4. Será que o poder emana do povo pacífico ?
    Vcs podem falar pro Neymar e Gabriel Medina explicarem para o Hamilton que MST organização criminosa !!! Por favor ??

  5. O relatório é claro, o sistema não é imune a fraude, e qualquer hacker bem intencionado pode modificar votos para qualquer um dos candidatos.

    Em suma, as urnas elegem o presidente do Brasil, não o povo.

      1. Só pela maneira de escrever a gente já reconhece os seres que votam no pulha. São pessoas descarregadas de senso crítico e conhecimento. Não conseguem fazer uma interpretação de um simples texto, e tem que depender da mídia manipuladora. Esses seres usam de argumentos termos nada a ver como pedófilo ou canibal achando que estão abafando. Mas não conseguem contrapor às sentenças condenatórias pelo qual o bandalho passou. Bom, isso é evidente, pois os seus eleitores têm pouca noção do certo e errado. Roubar pra essa gente é normal. Meu cunhado vota no bandido, coincidentemente rouba do condomínio em que mora e enfia no bolso comanda de restaurante com frequência. Tatus do grande assalto ao banco central de Fortaleza também votam nessa ameba. Enfim, cada mísero eleitor deste imundo ser tem carência de caráter. Mas ele nunca conseguiu juntar milhões em tão pouco tempo como Bolsonaro fez, nem muito menos fazer o povo ter orgulho de sua pátria. Narcisista do jeito que é, deve ficar possuído com tão perfeitas manifestações espontâneas verdes e amarelas. Ganhar roubando não é ganhar. É roubar, algo normal para o seu ídolo, né Richard!

      2. Richard, eu consigo dormir tranquilo sabendo que fui roubado lido bem com isso, agora se vc dorme bem levinho sabendo que venceram roubado, me desculpe, mas vc tem problemas e precisa rever seus conceitos urgentemente.

      3. Se vcs tem tanta certeza que venceram legalmente então porque nao comemoraram a vitoria ?

  6. Relatório (demorado de ser feito) não identificou qualquer fraude na eleição de Lula.
    Os testes de integridade tiveram sucesso e todas as checagens dos boletins de urna batem com a apuração. No documento de 63 páginas não foi apontado nenhum indício de fraude. De resto, nada é possível afirmar…
    Traduzindo: Lula ganhou limpamente e toma posse no dia 1º de janeiro. Podem voltar para as suas casas… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    1. A fraude foi identificada, mas as FFAAs sao em sua maioria de esquerda, e a esquerda é corrupta, as FFAAs sao corruptas, não sou eu que to falando não, foi Omar Aziz na CPI do circo

  7. LEIAM O RELATÓRIO!!!!

    ESTÁ TUDO CLARÍSSIMO PARA OS BONS ENTENDEDORES!!!!

    VEJAM:

    No relatório o próprio exército informou que o TSE não permitiu uma análise mais profunda. Isso é a parte podre do TSE que o exército escancarou.

    Outro detalhe muito estranho na conclusão para um bom entendedor de programação, ou um hacker. Vejam o que o exército diz:

    “Foi observado que a ocorrência de acesso à rede, durante a compilação do código-fonte e consequente geração dos programas (códigos binários), pode configurar relevante risco à segurança do processo”

    O que quer dizer isso: É que na compilação do código fonte (onde o programador pode modificar), um hacker, pode infiltrar uma rotina quando o código fonte está sendo compilado por um sistema que o transforma em um programa executável. Depois de compilado é quase impossível detectar.

    OUTRA COISA. O EXÉRCITO QUASE EXIGIU QUE O TSE PERMITA OS TESTES QUE ELES NÃO PERMITIRAM ANTERIORMENTE.

    ESPEREM. VEM COISA POR AI!!!!!

    1. Não existe materialidade nenhuma ali, não há fatos contundentes no relatório que permitam questionar o resultado das eleições. STE, STF, etc., não vão dar a mínima. Confesso que eu tinha alguma esperança… Esperança que o próprio presidente Bolsonaro incutiu ainda que de forma enigmática, ao longo do período que antecedeu a entrega do relatório, mas tudo parece não ter passado de blefes, pra dizer o mínimo. Eu gostaria de estar 1000% enganado a respeito disso.

    2. o código fonte é aberto pra que quiser testar cérebro de ameba…e é carregado nas urnas direto da versão final sem estar conectado à internet…vai hackear como? pir telepatia?

      1. Nossa, como você é inteligente! Sua mãe deve ter muito orgulho de você… Não sabe a diferença entre código-fonte e executável (que na matéria é descrito como código binário). Não é o código fonte que é inserido na urna, e sim o programa que foi compilado a partir dele. O que atestaram é que existe a POSSIBILIDADE de alteração do código fonte durante a compilação, quando ele é transformado em executável. Não foi acusada nenhuma fraude. Também não assinaram embaixo para garantir que não houve, já que o teste dos executáveis não foi permitido, e o próprio código fonte apresentado ao Exército o foi sob condições restritivas. Analisar dezenas ou centenas de milhares de linhas de comando com um pedaço de papel e caneta é como pedir que se conserte uma nave espacial com um palito de sorvete. Aí vem uma ameba, recorta 10 ou 12 palavras do contexto total, cria toda uma fábula e ainda sai cagando prepotência n cabeça dos outros, como um pombo inútil.

      2. Agnaldo…deixa de procurar pelo em ovo…compilação não altera código fonte em lugar nenhum do mundo…🤣🤣🤣🤣 te desafio a mostrar 1 único caso em qualquer lugar do planeta.

      3. Richard, você ao menos vive no nosso século para saber o quão avançada a tecnologia esta? sabe que hoje em dia existe o acesso remoto pelos eletrônicos sem o aparelho que esta sendo remotamente acessado estar conectado a internet?! sabichão, os códigos binários e fontes podem ser facilmente alterados por terceiros. eu como profissional de TI te digo isso tranquilamente. Pois é um estudo em que minha empresa já esta participando

  8. Depois desses episódios, eu perdi totalmente as esperanças nesse país. Vamos afundar feito um martelo sem cabo atirado na água. Também tenho minhas dúvidas se o presidente Bolsonaro continuará sendo a maior força da direita, para as eleições de 2026. Até porque a próxima eleição terá a mesma estrutura dessa última, nada vai mudar.

    1. Infelizmente,cheguei a esta mesma conclusão.Lutou durante quatro anos para não cair.Tudo que conseguiu fazer vai ser desfeito e será implantada uma ditadura comunista.

    2. bozó é um psicopata corrupto canibal e pedófilo…arranjem outro candidato porque se insistirem nesse lixo vão perder de novo daqui a 4 anos…deixem de ser trouxas…esse vagabundo só quer foro privilegiado mas agora vai ter que enfrentar os 100 processos que o aguardam.

  9. LEIAM O RELATÓRIO!!!!

    ESTÁ TUDO CLARÍSSIMO PARA OS BONS ENTENDEDORES!!!!

    VEJAM:

    No relatório o próprio exército informou que o TSE não permitiu uma análise mais profunda. Isso é a parte podre do TSE que o exército escancarou.

    Outro detalhe muito estranho na conclusão para um bom entendedor de programação, ou um hacker. Vejam o que o exército diz:

    “Foi observado que a ocorrência de acesso à rede, durante a compilação do código-fonte e consequente geração dos programas (códigos binários), pode configurar relevante risco à segurança do processo”

    O que quer dizer isso: É que na compilação do código fonte (onde o programador pode modificar), um hacker, pode infiltrar uma rotina quando o código fonte está sendo compilado por um sistema que o transforma em um programa executável. Depois de compilado é quase impossível detectar.

    ESPEREM. VEM COISA POR AI!!!!!

  10. Ratificou o que já havia concluído uma auditoria do PSDB e um relatório da PF:As urnas são inauditáveis.Portanto,quem afirmou que as urnas eram 100% seguras e que eram auditáveis mentiu.

    1. como vcs podem ser tão burros??? imagine se essas urnas fosse realmente inauditâveis…será que os ditadores dk mundo inteiro não estariam loucos atrás delas? não seria ótimo uma ditadura validada por votos? vcs são muito trouxas ou se fingem de idiotas…se fossem inauditáveis seria o crime perfeito…será que isfo existe? bando de retardados.

  11. O roubo nas urnas é evidente. Assistam as 2 lives do argentino Fernando Cerimedo. Os links para elas estão desaparecendo da internet, mas ainda se acham com um pouco de esforço. Tentar remover informações da internet é como tentar tirar xixi da piscina.
    E por mais que a imprensa esquerdista queira desqualificar o mensageiro, o que ele diz e mostra é fortíssimo. As provas de fraude são gigantescas.
    Até tive boa vontade de procurar eventuais explicações alternativas para os fatos mostrados, mas não achei nada em lugar nenhum. A grande imprensa limita-se a criticar o Sr. Cerimedo, e tentar ligá-lo ao Bolsonaro, mas não tenta em momento nenhum rebater os fatos e as provas da fraude. E olhem que procurei bastante. Simplesmente não há explicação alternativa para o Bolsonaro ter um percentual de votos menor nas urnas antigas do que nas urnas novas. E isso ocorre inclusive em cidades pequenas, onde a população é mais homogênea. Não há explicação alternativa.
    A única explicação é mesmo a fraude petista. A eleição foi roubada.

    1. 🤣🤣🤣🤣 isso…vamos acreditar num sujeito que conhecido por divulgar fake news…vamos acreditar num idiota que diz wue ” tem um relatório” blá-blá-blá…as FA não viram nsfa do que esse “jenio” viu? então nosso esquadrão de guerra cibernética só deve ter mongoloides né? aceita fiote: o molusco ganhou e no voto.

      1. TEVE FRAUDE E IDENTIFICARAM A FRAUDE SO QUE AS FFAAS SAO DE MAIORIA DE ESQUERDA E A ESQUERDA É 100 POR CENTO CORRUPTA. SIMPLES ASSIM

  12. Infelizmente os senhores Generais, Almirantes e Brigadeiros que aí estão passaram grande parte de suas carreiras sendo comandados e prestando continência para um Ministro da Defesa, geralmente civil e, em alguns casos, comunista como Aldo Rebelo. Jamais iriam fazer algo contra. As manifestações pacíficas devem continuar sim mas contra o CONGRESSO NACIONAL omisso e que não cumpriu sua função contrabalançando o Judiciário.

  13. Isso era óbvio.

    No relatório o próprio exército informou que o TSE não permitiu uma análise mais profunda. Isso é a parte podre do TSE que o exército escancarou.

    Outro detalhe muito estranho na conclusão para um bom entendedor de programação, ou um hacker. Vejam o que o exército diz:

    “Foi observado que a ocorrência de acesso à rede, durante a compilação do código-fonte e consequente geração dos programas (códigos binários), pode configurar relevante risco à segurança do processo”

    O que quer dizer isso: É que na compilação do código fonte (onde o programador pode modificar), um hacker, pode infiltrar uma rotina quando o código fonte está sendo compilado por um sistema que o transforma em um programa executável. Depois de compilado é quase impossível detectar.

    ESPEREM. VEM COISA POR AI!!!!!

  14. As FA agem somente dentro dos limites das suas atribuições e da constituição, o que é correto.
    O problema é que assistiram durante 4 anos todo o sistema agir fora das 4 linhas da constituição e a partir do 1 de Janeiro vão ter o maior ladrão da história como seu chefe e vai ver quem sempre defendeu a patria e quem mais prestigiou as FA preso.
    Hojem vivem em uma bolha com seus salários, estabilidade e aposentadoria.
    Mas o dia em que suas famílias e familiares começarem a sentir o peso e dificuldades de viver em um governo socialista e comunista, vão querer reagir e neste momento já não terão mais o apoio de nenhum governante e nem mesmo da população porque também serão culpados de tudo isto por sua omissão ao povo brasileiro.

  15. Quem leu Olavo de Carvalho já esperava isso, agora o foco é construir uma direita ideológica, com bases cristãs e JAMAIS VOTAR OU CONFIAR EM POSITIVISTAS

    1. Concordo. Construir um partido forte e com lideranças mais experientes. Tem campo para isso porque essa massa que está na rua jamais irá para o lado da esquerda.

  16. E as urnas que Bolsonaro não recebeu nenhum voto, como é que fica? Por isso não foi permitido que se levasse celular pra cabine de votação, para que não tivesse prova de que a pessoa votou no Bolsonaro e não pudesse ter contestação agora! Bastaria alguém que votou em Bolsonaro se apresentar e mostrar a prova!

    1. e as urnas que Lula não recebeu nenhum voto, como é que fica? 🤭🤭🤭 numa cidadezinha de 5 mil habitantes tem seção eleitoral com 10 eleitores…se tiver 100% de votos pra um lado ou outro é sinal de fraude? 😁😁😁 o gado pensa co. o cotovelo.

  17. Foi o TSE que impediu os militares de observarem de igual para igual os resultados. Não permitiram que os militares acessassem o código fonte. Como dito “somente um teste de funcionalidade em condições normais de uso poderia atestar que o conjunto funciona corretamente.”
    Presidente, o TSE tem os poderes para limitar o acesso ao código fonte ou o senhor pode determinar que o TSE forneça esse código? 🇧🇷🇧🇷🇧🇷

    1. TSE não pediu NADA…deixa de ser mentiroso…as FA tiveram acesso total ao código fonte até porque ele é de livre acesso, acompanharam a apuração na sala secreta que nunca foi secreta e fizeram apuração paralela que bateu com a do TSE…hora de parar com o choro e aceitar que o vagabundo do bozó é tão ruim wue perdeu pro molusco ex-presidiário.

  18. Essa conclusão já era esperada. A minha perfuta é. Quem vai dar um pulo e conhecer os locais do zerovoto e aprofundar nas insercoesderadios. O que comem, onde vivem, falam a nossa língua?

  19. Interpretando o texto da jornalista depreende-se que o relatório informou que as urnas são passíveis de serem fraudadas e que não foram fornecidos as Forças Armadas os elementos suficientes para uma auditoria. Diante disso, a única garantia de idoneidade são as decisões do TSE. Enquanto isso o congresso se prepara pra ajudar o novo governo a arrombar o cofre.

  20. Me dói o coração dizer, mas Bolsonaro é um equilibrista covardão. Criou uma baita confusão, dizendo apenas “podem ter certeza …. “. Se equilibrou 4 anos e apenas conseguiu criar uma criatura esquisita que pela própria fraqueza e medo, meteu o país em uma censura nunca antes vista. Um presidente fraco é tão perigoso quanto um ditador. Um presidente fraco deixa espaço para aventureiros tomarem. Uma pena, pois perdemos uma oportunidade, pois o país está voando.

    1. Exatamente,o que vai ocorrer, vão continuar roubando,impunes e continuar fraudando as futuras eleições,como na Venezuela,Argentina, NICARÁGUA e Cuba.Dimplrs assim e quem reclamar será preso,torturado e possivelmente morto.

  21. Então aqueles votos Zero nas 162 urnas não existiram ? Aquelas pessoas que não conseguiram votar porque já tinha votado também não existiram ? E aquelas sessões eleitorais que foram pesquisadas no site do TSE que não existem , são mentiras ?
    Porque recontáramos votos do Deputado do PT e não podem recontar os votos para Presidente ?

  22. Que piada! Esperamos tanto por isso? De fato o teste não foi realizado em sua integridade. É amigos, até eles arregaram. Que Deus nos abençoe.

  23. Se o maior interessado não se manifesta, as pessoas que estão se manifestando sentem-se órfãs e tolas. A esperança vai diminuindo a cada dia…

  24. As grandes fraudes destas eleições foram a descondenação de Lula pelo simulacro de corte suprema que nós temos e o apoio da tv Globo ao meliante através de sua campanha de demonização de Bolsonaro e “esquecimento” do passado do ladrão. Os bolsonaristas apostaram no bom senso dos eleitores para impedir o desastre e perderam, infelizmente.

  25. AS FORÇAS ARMADAS PERDEU A OPORTUNIDADE DE AUMENTAR SEU CRÉDITO DIANTE DA POPULAÇÃO.
    Esse relatório precisar ser INTERPRETADO por um técnico, porque o POVO continuará sem SABER SE O SISTEMA É FRAUDÁVEL.
    É fazer PIADA com a cara do POVO.

  26. O q vai ser dito para todos os brasileiros nas ruas? E para o argentino?
    ZERO SURPRESA O EXÉRCITO TER ARREGADO.
    “SÓ TENHO DÓ DO JB, NINGUÉM DO SEU LADO”

  27. Os institutos militares ITA e IME estão entre os melhores do mundo, basta ver a EMBRAER. No entanto não conseguiram dar uma resposta a sociedade sobre as urnas eletrônicas, resolveram serem isentos justo agora?

  28. Ajudem, por favor, a divulgar: Quem no Bolsonaro nas sessões com zero voto para ele, entre em contato com urgência com jurídico@carlazambelli.com.br

  29. Acho que entendi que as FFAA quis dizer neste relatório que as urnas eletrônicas são fraudáveis ,e que os recursos que o TSE disponibilizam para auditagem , não são suficientes.

      1. Pelo que estou vendo este relatório não servirá como prova pois não prova nada.Se existem dúvidas estas deveriam ser sanadas.Uma perguntinha:os técnicos que elaboraram este relatório não teem o poder de pedir subsídios ao TSE para dar à sociedade a resposta que ela merece?

  30. A Defesa falou falou falou e não disse nada!!!! Que MERDA!! O demônio da toga irá continuar com sua ditadura. Alguém ELIMINE esse vagabundo, se não haverá muitas prisões, de seguidores e de congressistas. Deixa o Demônio agir, agora alguém o contenha.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.