Depois de ‘debandada’, presidente do Inep afirma que Enem está garantido e nega assédio moral

Nos últimos dias, 37 funcionários pediram para deixar suas funções
-Publicidade-
O presidente do Inep, Danilo Dupas | Foto: Reprodução/TV Câmara
O presidente do Inep, Danilo Dupas | Foto: Reprodução/TV Câmara

Em audiência na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira, 10, o presidente do Inep, Danilo Dupas, disse que os pedidos de demissão em massa de servidores não vão prejudicar a realização do Enem.

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) é ligado ao governo federal e é responsável pela realização do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), a principal porta de entrada nas universidades públicas.

-Publicidade-

Nos últimos dias, 37 funcionários pediram para deixar suas funções alegando “fragilidade técnica e administrativa da atual gestão”. Também mencionaram episódios de assédio moral, o que Dupas negou. “Desde a minha chegada ao Inep, procurei viabilizar um ambiente onde os servidores tenham tranquilidade para trabalhar”.

“Gostaria de ressaltar que não compactuamos, e repudiamos, qualquer ato que se enquadre como assédio moral. As tomadas de decisão de movimentação de servidores para outros setores ou cargos foram e serão feitas sempre com base no perfil do funcionário e na natureza da atividade, no intuito de melhorar a execução do serviço”.

Demissão

Apesar dos pedidos de demissão, os servidores continuam ocupando seus cargos e funções até que a exoneração seja publicada no Diário Oficial da União, o que pode levar semanas ou meses. A decisão fica a critério da direção do Inep, registra o portal G1.

Esse servidores são funcionários públicos concursados e continuarão trabalhando no instituto. Eles estão apenas abrindo mão dos postos de coordenação para os quais tinham sido designados.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.