Depois de pedido de impeachment contra Moraes, Gilmar fala em ‘reordenar prioridades’

Bolsonaro revidou a ofensiva do Supremo Tribunal Federal com um pedido de impedimento
-Publicidade-
Ministro do STF fez publicações no Twitter
Ministro do STF fez publicações no Twitter | Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O decano do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, fez publicações no Twitter depois de o presidente Jair Bolsonaro protocolar o pedido de impeachment de Alexandre de Moraes. “É hora de reordenar prioridades”, escreveu o juiz do STF, no domingo 22. “A fabricação artificial de crises institucionais infrutíferas afasta o país do enfrentamento dos problemas reais”, acrescentou, ao mencionar a pandemia de coronavírus.

“A crise sanitária, a inflação galopante e a paralisação das reformas necessárias devem integrar a agenda política”, afirmou. Segundo noticiou a Revista Oeste na sexta-feira 20, o Poder Executivo revidou os ataques do STF com um pedido de impedimento contra Moraes. O magistrado conduz inquéritos considerados inconstitucionais por juristas. Os procedimentos atuam no enfrentamento de supostas fake news e de “organização criminosa” voltada a atacar instituições.

Leia também: “Supremo Talibã Federal”, artigo de J. R. Guzzo publicado na Edição 74 da Revista Oeste

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

15 comentários

  1. É impressão minha ou as matérias feitas por esse repórter estão sempre minimizando as atrocidades do STF e polemizando sempre as atitudes do presidente? Tá destoante da primícia de honestidade da revista.

  2. Esse juiz tucano opéra em prol de si mesmo e dos seus protegidos.
    Em nada fala pela instituição, um decano desmoralizado pelas decisões bandidas……
    Hora de dar um basta nessa composição que envergonha a instituição.
    Romperam a corda, aguentem as consequências!!!

  3. Comece por mandar um recado ao próprio STF, para se recolocar no lugar de onde nunca deveria ter saído: tribunal constitucional; que pare de querer legislar, interferir nos demais poderes, na PF ou na vida das pessoas.

    Fácil, não? Só depende de vocês mesmos!

  4. Será que a cabeça dessa criatura é de bronze? Será que ele não percebe que são ministros do STF que estão desestabilizando e fazendo atos institucionais anticonstitucionais contra o Presidente da República?

  5. Isso, reorganiza, eu mandaria prender logo o PRESIDENTE ou os filhos dele. Isso iria acelerar o processo, essa corda tá muito elástica, quebra logo essa corda e vamos p tora, passividade é uma desvantagem p um povo que precisa ser liberto.

  6. Esse FDP, depois de produzir junto com o STF a maior perseguição ao Presidente Bolsonaro e seus apoiadores, livrar corruptos, ladrões, assassinos, tudo fora da Constituição. Depois que a batata esquentou, pois sabe que sua hora está chegando, para desviar o foco, quer impor uma agenda que não lhe compete. TODOS OS DEZ MINISTROS PERDERAM A CONDIÇÃO DE REPRESENTAR O STF, SOB TODOS OS ASPECTOS. SÃO A MAIOR VERGONHA JÁ PRODUZIDA POR UM TRIBUNAL SUPERIOR.

  7. Agora é esse boca mole é quem define a “reordenação de prioridades”, a despeito da crise institucional provocada por eles mesmos? Nessa, estamos com o presidente da república. Mas que seja para valer depois de tudo isso daí, eu arriscaria a dizer que seria a ultima janela que irá aparecer para todos nós, fechando essa daí, fica para o “seja o que Deus quiser”.

  8. Esse ai não tem ideologia, é corrupto e sua ideologia é o dinheiro! Perigosos são Barroso e Fachin, Militantes de esquerda e coincidentemente os dois que dizem que são Homosexuais !

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro