Deputado quer CPI para apurar Covidão nos Estados

Na justificativa, Márcio Labre (PSL-RJ) crítica a decisão do STF que liberou Estados e municípios para conduzirem os trabalhos da pandemia
-Publicidade-
Pedido de CPI é do deputado Márcio Lábre (PSL-RJ) | Foto: Vinícius Loures/Câmara dos Deputados
Pedido de CPI é do deputado Márcio Lábre (PSL-RJ) | Foto: Vinícius Loures/Câmara dos Deputados | deputado CPI Estados

Deputado Márcio Labre protocolou pedido de CPI para a Câmara apure os supostos desvios de recursos federais pelos Estados e municípios durante a pandemia

deputado CPI Estados
Pedido de CPI é do deputado Márcio Lábre (PSL-RJ) | Foto: Vinícius Loures/Câmara dos Deputados

O deputado federal Márcio Labre (PSL-RJ) protocolou um requerimento para abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara. De acordo com ele, a intenção é apurar possíveis desvios de recursos públicos durante o período de pandemia.

-Publicidade-

Apelidadas de Covidão, as investigações já geraram operações da Polícia Federal em diversos estados como Rio de Janeiro, Amapá e Amazonas.

Na justificativa, Labre afirma que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de liberar Estados e municípios para conduzirem os trabalhos durante a pandemia acabou dificultando o controle de gastos. Com isso,de acordo com o deputado, coube a União apenas o papel de fazer os repasses de verbas aos entes federativos.

Leia mais: “Hospitais de campanha ou ‘para a campanha’?”

“A decisão do STF contraria o sistema federativo e enfraqueceu o gabinete de crise do governo federal. Os gastos ficaram soltos e sem um acompanhamento central”, comenta o parlamentar.

Ainda segundo o deputado, o volume de recursos federais repassados aos governos estaduais impactou nas contas da União. “Acabou ampliando a projeção de déficit das contas públicas de 2020 para o patamar de R$ 700 bilhões.”

Para criação de um CPI são necessárias 171 assinaturas de deputados federais. Além disso, caberá ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), decidir pela instalação ou não da comissão.

 

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.