Desoneração da folha: Bolsonaro anuncia prorrogação por 2 anos

Dezessete setores da economia serão beneficiados
-Publicidade-
O mecanismo permite às empresas substituir a contribuição previdenciária, de 20% sobre os salários dos empregados, por uma alíquota sobre a receita bruta, que varia de 1% a 4,5%
O mecanismo permite às empresas substituir a contribuição previdenciária, de 20% sobre os salários dos empregados, por uma alíquota sobre a receita bruta, que varia de 1% a 4,5% | Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro informou nesta quinta-feira, 11, que o governo decidiu desonerar a folha de pagamentos de setores da economia brasileira por mais dois anos. A medida venceria em dezembro deste ano. Ontem, o deputado federal Marcelo Freitas (PSL-MG) protocolou um relatório a favor do projeto de lei que prorroga a desoneração de empresas de 17 setores da economia.

-Publicidade-

Bolsonaro deu a declaração depois de se reunir com representantes do setor produtivo, no Palácio do Planalto. “Quando se fala em alimentação, emprego é alimentação”, declarou Bolsonaro. “Quem não tem emprego, tem dificuldade de se alimentar, obviamente. Po isso, resolvemos prorrogar por mais dois anos a questão que tem a ver com a desoneração da folha.”

O que é a desoneração

O mecanismo permite às empresas substituir a contribuição previdenciária, de 20% sobre os salários dos empregados, por uma alíquota sobre a receita bruta, que varia de 1% a 4,5%. Entre os 17 setores da economia que podem aderir a esse modelo estão: as indústrias têxtil, de calçados, máquinas e equipamentos de proteína animal, construção civil, comunicação e transporte rodoviário.

Leia também: “Um monstrengo que paralisa o governo“, reportagem publicada na Edição 84 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.