Dirigentes de 11 partidos se reúnem contra o voto auditável

Grupo se manifestou a favor da urna eletrônica
-Publicidade-
Voto auditável: tema reuniu líderes de 11 partidos em reunião
Voto auditável: tema reuniu líderes de 11 partidos em reunião | Foto: Nelson Jr./ASICS\TSE

Um grupo de representantes de 11 partidos políticos se reuniu neste sábado, 26, por videoconferência, com a finalidade de se manifestar contra o voto auditável. Os dirigentes acordaram um posicionamento em defesa das urnas eletrônicas. A ideia das siglas é aumentar o número de legendas na defesa do atual modelo de votação.

Estiveram presentes na reunião: ACM Neto (DEM), Baleia Rossi (MDB), Bruno Araújo (PSDB), Ciro Nogueira (PP), Gilberto Kassab (PSD), Luciano Bivar (PSL), Luis Tibé (Avante), Marcos Pereira (Republicanos), Paulinho Pereira da Silva (Solidariedade), Roberto Freire (Cidadania) e Valdemar Costa Neto (PL).

Leia também: “O que você precisa saber sobre o voto impresso”, reportagem publicada na Edição 54 da Revista Oeste

-Publicidade-

Com informações da Folha de S.Paulo e da CNN Brasil

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

28 comentários

      1. Políticos suspeitos e afins são contra toda e qualquer transparência, inclusive no sistema eleitoral. Faz sentido. Quanto mais fácil roubar, melhor.
        O povo tem que ir pras ruas, senão até uma questão legítima como essa, eles vão negar ao povo.

  1. Quando partidos políticos se unem contra o voto auditável, só aumentam as suspeitas de que existe fraude.
    Por que outra razão um partido político seria contra a transparência do processo?

  2. O simples fato de alguém ser contra a possibilidade de recontagem dos votos já é prova suprema de CANALHICE. É como bandidos se manifestando contra o Código Penal.

  3. Eu sou o STF
    Instituido o ParlamenTarismo!!!
    Nada melhor q esse transtorno que nos aflige, desde o casuismo Temer.
    O MDB eo imoral da estória.
    PSDB, MDB E PT são menos piores q o psol, o instrumento de toda essa esquerda comunista maldita!!!
    Fala aí Maynard?
    Fala aí Reinaldo Azevedo?
    Fala aí Mônica Bergamo?
    Fala aí Miriam Leitão?
    Fala aí bandidagem?

  4. Sem Impressão e guarda do Voto em “cofre” anexo à urna Eletrônica, não há possibilidade de AUDITAR, o voto vira ATO DE FÉ EM ESTADO LAICO.
    Sem ser possível AUDITAGEM, tendo fraude ou não Jamais se poderá apurar.
    VOTO AUDITÁVEL JÁ.

  5. É preciso desenhar? Não é ser contra as urnas eletronicas, é ser favorável a mais transparência e viabilizar possíveis auditorias. É impressionante a união quando o que está em jogo é manter este sistema que não é utilizado em nenhum país mais avançado.

  6. Gravem esses nomes, não votem, façam campanha contra, não querem o bem do país e nem a garantia de um processo eleitoral seguro. O atual modelo de urna é a única possibilidade de trazer de voltar a esquerdalha saqueadora da nação, observem, os institutos de “pesquisas”, já estão criando uma cortina de fumaça p dar base a “vitória” de Lula em 2022.
    Os mesmos institutos que nunca deram vitória p Bolsonaro em 2018

  7. Isso cheira muito mal. Como podem lideranças de partidos da base do governo manifestarem-se contra o VOTO IMPRESSO que apoiaram no passado? É muito ruim porque caracteriza que apoiam a falta de TRANSPARÊNCIA nas urnas que no passado criticavam como o PSDB (já fui tucano), para inviabilizar possível vitória de Bolsonaro.
    Entendo que a revista oeste, jovem pan, gazeta do povo deveriam iniciar pesquisas junto aos parlamentares não lideres para verificar como votarão a PEC da deputada Bia Kicis. Essa cambada não consegue imaginar os graves conflitos sociais que poderão ocorrer sem o VOTO IMPRESSO. Quem vai acreditar em vitória LEGITIMA do recente prisioneiro e condenado LULA, que o decadente ESTADÃO de 25/06 declara em letras garrafais e em primeira página que LULA tem 49% e Bolsonaro 23%?

  8. Peço aos bons jornalistas da revista oeste que comentem diariamente até a aprovação da PEC da deputada Bia Kicis, o que é o VOTO IMPRESSO e para que serve, bem como façam intensa pesquisa entre parlamentares como votarão essa PEC e seus nomes publicados para a sociedade.

  9. Eh só dar uma olhadinha na listinha e nome dos lideres dos partidos, que veremos quem ganha com a não aprovação do voto eletronico impresso. Sempre os mesmos que viveram mamando do sacrificio do povo. E vai piorar se voltarem.

  10. Unidos pela manutenção do “Status Quo”. Se antes eu pensava que a nossa democracia (pós-regime militar) estava em risco, agora percebo que ela nunca existiu.

  11. Já está tudo armado. Os vagabundos dos partidos políticos, vão se unir e apoiar o vagabundo “mor” do Barroso, deixando o campo favorável para o luladrão voltar através da fraude. Se as forças armadas não agirem, usando o art. 142, já era.

  12. O TSE não adota o Princípio da Segregação de Funções recomendado pelo TCU e por todo profissional especializado em governança de gestão. O TSE não segue as recomendações da norma ISO 27001 de segurança da informação. O TCU não audita o Sistema Eletrônico de Votação. Informações falsas são publicadas no site do TSE.

  13. Em 2018, o Sindicato Nacional dos Peritos Criminais Federais, alertou os Ministros do Supremo Tribunal Federal:

    “A democracia de um país não pode estar sujeita ao controle de alguns poucos técnicos que têm acesso ao código fonte e também às chaves criptográficas. É necessário haver um controle do controlador.”

  14. O Brasil nunca vai ser um país decente enquanto não se ver livres dessas velhas repousas que saquearam nosso país a décadas !

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site