‘Doeu no coração ver um colega preso’, diz Bolsonaro sobre Silveira

'Eu não entendo um parlamentar ficar preso por sete meses', afirmou o presidente da República durante cerimônia em Brasília
-Publicidade-
O deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) recebeu a solidariedade do presidente Jair Bolsonaro
O deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) recebeu a solidariedade do presidente Jair Bolsonaro | Foto: Reila Maria/Câmara dos Deputados

O presidente Jair Bolsonaro voltou a fazer críticas a decisões recentes do Supremo Tribunal Federal (STF) e se solidarizou publicamente com o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), que passou meses preso por decisão do ministro Alexandre de Moraes.

Ao participar de um evento em Brasília que contou com a presença de Silveira na plateia, o presidente da República fez menção ao episódio.

“Temos aqui um parlamentar que ficou sete meses preso. Se coloquem no lugar dele”, disse Bolsonaro durante uma cerimônia para marcar o Dia Internacional Contra a Corrupção. “Eu não entendo um parlamentar ficar preso por sete meses. Se errou, como todos nós podemos errar, jamais a pena seria para isso.”

-Publicidade-

O presidente voltou a criticar o STF, mas ponderou que não pode tomar “medidas extremadas”, como alguns de seus apoiadores chegaram a defender durante as celebrações pelo Sete de Setembro.

“Doeu no meu coração ver um colega preso? Doeu. Mas o que fazer? Será que queriam que eu tomasse medidas extremadas?”, indagou Bolsonaro. “Como é que ficaria o Brasil perante o mundo? Possíveis barreiras comerciais, problemas internos”, completou.

Perseguido político

Apesar de ter deixado a prisão, Daniel Silveira continua sendo alvo de decisões de Moraes. O magistrado proibiu o parlamentar de conceder entrevistas — o que, segundo a defesa do deputado, configura censura prévia.

Moraes já havia rechaçado um pedido apresentado pelo advogado de Silveira, Paulo César Rodrigues Faria, e manteve a decisão que impede o político de participar do programa Direto ao Ponto, da rádio Jovem Pan. A proibição viola o “inegável direito à liberdade de expressão”, segundo a defesa.

Os advogados de Silveira já entraram com novo recurso.

Leia também: “O ministro sem fronteiras”, artigo de J.R. Guzzo publicado na Edição 89 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Ativismo judicial, perseguição aos conservadores, com apoio dos blogueiros da esquerda a midiazinha tradicional esquerdopata e falida que será calada se o bandido de estimação deles for colocado lá.

  2. Doeu no coração dos familiares do deputado. O presidente fanfarrão cagou e andou, ou melhor, está cagando e andando pros seus defensores.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.