Doria cobra impeachment e afirma que Lira não tem ‘compromisso com a democracia’

Em entrevista coletiva, governador de São Paulo voltou a defender o afastamento do presidente da República
-Publicidade-
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), voltou a defender o <i>impeachment</i> de Jair Bolsonaro
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), voltou a defender o impeachment de Jair Bolsonaro | Foto: Reprodução/YouTube

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), voltou a defender o impeachment do presidente Jair Bolsonaro nesta quarta-feira, 8, durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

O tucano criticou o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que, em pronunciamento há pouco, disse que não pretende dar prosseguimento à tramitação de pedidos de afastamento de Bolsonaro.

Leia mais: “Doria defende impeachment de Jair Bolsonaro”

-Publicidade-

“Eu lamento que ele [Lira] não tenha compromisso com a democracia. Se tivesse, estaria colocando em pauta o impeachment do presidente Jair Bolsonaro. Eu lamento a postura, a atitude e o descompromisso do presidente da Câmara Federal com a democracia brasileira”, afirmou o tucano.  

Segundo Doria, “o mínimo que poderia se esperar de um presidente da Câmara era submeter aos seus pares e dar andamento ao pedido de impeachment” de Bolsonaro. 

Assim como já havia feito ontem, Doria defendeu o afastamento do presidente da República. Como noticiamos, o PSDB convocou para hoje uma reunião de sua Executiva Nacional para discutir o tema.

Leia também: “PSDB convoca reunião extraordinária para discutir impeachment de Bolsonaro”

“Essa é uma decisão que cabe ao presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo. É uma questão partidária. Minha posição ontem já foi expressada nos meios de comunicação em relação à forte reprovação que fiz aos arroubos autoritários do presidente Jair Bolsonaro”, afirmou o governador paulista. 

Leia mais: “Hamilton Mourão: ‘Não vejo clima para impeachment’

Para Doria, as declarações de Bolsonaro no 7 de Setembro são “o tipo de arroubo autoritário que nós não queremos ver no país”. “Não queremos voltar aos tempos da ditadura, de triste memória no país”, disse. 

Leia também: “Kassab, sobre impeachment: ‘A cada dia vemos aumentar a instabilidade’”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

19 comentários

    1. o fio dental que esse calhorda usa deve estar a lhe apertar a bola esquerda e a lingua fica solta falando merda pra lá e prá cá.

      Calcinha, nem sem o JMB na disputa presidencial voce ultrapassaria a marca de 4% de intenção de votos. Fica na sua, tenha a decência de melhorar seu governo em prol dos Paulistas. Baixe o ICMS dos combustiveis, seja um bom governador.
      Terminado o seu mandato, pega sua fortuna e vaza daqui. Brasil nao é lugar para gente como você. Vá pra China!!

  1. Falta muito pra acabar o mandato dessa coisa? Vamos aturar suas declarações sem noção e suas medidazinhas autoritárias até o fim do próximo ano? Já cansou.

  2. Ó CALCINHA APERTADA, A OPORTUNIDADE DE FALAR PARA O POVO FOI ONTEM! POR QUE NÃO FOI AO PALANQUE COM BOLSONARO E PEDIU PARA FALAR??? ELE TERIA
    GARANTIDO SUA PALAVRA!!! XÔ VALENTÃO!

  3. Um cara que traz um vacina vagabunda e sem eficácia para aplicar nos cidadãos tem que ser preso e não dar palpite em mais nada. Não sei como votei nessa figura pitoresca para governador.

  4. Na cabeça desse marketeiro de lixo, seu companheir, o Rodrigo Maia representa a “democracia”! AAAhhhh…..me faz um favor calcinha atolada, fica quieto!!!!

  5. Quando é que esse Governado de M… vai criar e se filiar ao PBC – Partido Brasileiro Chinês ??? Você não ganha eleição nem mais para síndico de prédio… talvez consiga se eleger com algum cargo na parada LGBTQI+ e nada mais ….

  6. ele está usando a maquina publica para interferir contra o governo federal? esse mesmo argumento não pode ser usado para o pacheco quanto aos pedidos contra os togados? e quem é esse merda maligno na fila do pão? comprando a midia como ele tem feito…

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro