-Publicidade-

Doria dá calote e trabalhadores devem ser demitidos

O Consórcio Expresso Monotrilho Leste não recebeu do governo estadual os repasses prometidos
O governador de São Paulo, João Doria | Foto: FELIPE RAU/ESTADÃO CONTEÚDO
O governador de São Paulo, João Doria | Foto: FELIPE RAU/ESTADÃO CONTEÚDO | O governador de São Paulo, João Doria | Foto: FELIPE RAU/ESTADÃO CONTEÚDO

O Consórcio Expresso Monotrilho Leste não recebeu do governo estadual os repasses prometidos

doria
O governador de São Paulo, João Doria | Foto: FELIPE RAU/ESTADÃO CONTEÚDO

Depois de o governador João Doria (PSDB-SP) não cumprir a promessa de pagar as parcelas que deve ao Consórcio Expresso Monotrilho Leste referentes às obras da Linha 15-Prata do metrô de São Paulo, o grupo pretende começar nesta segunda-feira, 24, a demissão de até 120 funcionários que cumpriam aviso prévio. É o que informou o jornal Folha de S.Paulo. O governo do Estado não paga o consórcio liderado pela construtora Queiroz Galvão desde abril, e a dívida já chegou a R$ 10 milhões. A gestão do tucano informa que a pandemia afetou a arrecadação do Estado.

Leia também: “João Doria: parece, mas não é”

Interrompidas por dez dias, as obras só foram retomadas na semana passada porque Doria se comprometeu a quitar a dívida. Contudo, a falta de pagamento tem irritado os responsáveis pela obra no Metrô e na Secretaria dos Transportes. Isso porque eles sofrem pressão enquanto a origem do problema está em outra pasta, a de Gestão, comandada por Mauro Ricardo. Ele decidiu rever todos os contratos do governo. Com sua chegada, os pagamentos não têm sido mais liberados. Em nota obtida pelo jornal, a gestão Doria garante que os repasses serão feitos nos próximos dias.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês