-Publicidade-

Doria sai em defesa de Witzel: ‘decisão estranha’

Governador de São Paulo critica ordem judicial que afastou colega do Executivo do RJ
João Doria e Wilson Witzel | Foto: DIVULGAÇÃO
João Doria e Wilson Witzel | Foto: DIVULGAÇÃO | doria e witzel

Governador de São Paulo critica ordem judicial que afastou colega do Executivo do RJ

doria e witzel
João Doria e Wilson Witzel | Foto: DIVULGAÇÃO

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), demonstrou publicamente desconforto com a ordem judicial que afastou de forma imediata Wilson Witzel (PSC) do comando do Poder Executivo do Rio de Janeiro. De acordo com o tucano paulista, a decisão foi “estranha”.

Leia mais: “Witzel fala em uso político da Justiça e cita Bolsonaro”

“Não estou aqui para fazer juízo de valor ou de mérito, defendo sempre que investigações e esclarecimentos de denúncias sejam feitos. Porém, quero também registrar, como governador do Estado de São Paulo, que uma decisão desta dimensão monocrática e não de um colegiado é, no mínimo, estranha”, comentou Doria, conforme noticiado pelo site R7.

A reclamação do governador de São Paulo, que assim se coloca em defesa de Witzel, é por causa que apenas um ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), no caso Benedito Gonçalves, foi o responsável pela decisão de afastar o governador do Rio de Janeiro por seis meses. Tomado de forma monocrática, o caso será analisado na próxima semana pela Corte Especial do STJ, que é composta por 15 ministros — que poderão validar o entendimento de Gonçalves ou ordenar a volta de Witzel ao cargo.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês