Durante missa, arcebispo de Aparecida sai em defesa da vacinação de crianças

'Dá uma forcinha', apelou Dom Orlando Brandes ao divino
-Publicidade-
O arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes | Foto: Marcos Corrêa/PR
O arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes | Foto: Marcos Corrêa/PR

O arcebispo de Aparecida (SP), Dom Orlando Brandes, defendeu a vacinação de crianças contra a covid-19 neste domingo, 25. Ao rezar uma missa, o religioso pediu a Jesus uma “forcinha” para que o processo comece quanto antes.

“Um grande presente de Natal à saúde de nossos filhos, de nossas crianças e de nossos netos”, disse o padre a fiéis. A fala faz referência ao impasse para o início da vacinação contra o coronavírus em crianças de 5 a 11 anos no país.

-Publicidade-

Especialista critica vacinação de crianças

Na semana passada, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu que a vacina da Pfizer contra a covid-19 pode ser aplicada em crianças de 5 a 11 anos.

A notícia preocupa pais e boa parte da comunidade médica, que questionam a necessidade de vacinação desse grupo e a falta de estudos clínicos que contemplem essa população.

O médico clínico geral e doutor em imunologia Roberto Zeballos diz que vacinar crianças “não deveria ser prioridade” no Brasil. “Precisamos analisar o momento da pandemia no país”, afirmou Zeballos.

“No caso das crianças, as fatalidades foram mínimas, além de existirem estudos que revelam que as crianças transmitem menos do que os adultos”, explicou Zeballos.

Críticas do arcebispo ao governo Bolsonaro

Em outubro deste ano, Dom Orlando Brandes mandou indiretas para o governo Bolsonaro ao atacar a política de armamento do presidente. No ano passado, Brandes também opinou sobre questões sociais ao criticar a “volta da impunidade” e também as “queimadas” em biomas como Amazônia e Pantanal. Já em 2019, disse que a “direita é violenta e injusta”.

Leia também: “Agressões gratuitas”, reportagem publicada na Edição 92 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

27 comentários Ver comentários

  1. Claro eles não tem filhos e em sua maioria são um bando de pedófilos ai fica fácil falar M , a vacina não exime quem toma de pegar e nem de propagar ela apenas faz com que quem tomou teoricamente não venha a óbito então o passaporte é algo ridiculo e infundado, acha que seu filho ficara mais protegido vai la e de a ele mas não venham obrigar como já vimos que vão querer.

  2. Se esse religioso rezasse com fé suficiente não seria possível que as crianças se tornassem imunes ao vírus, embora alguns tivessem diminuição nos lucros?

  3. sou católica da da igreja verdadeira. Francisco e seus comandados são da Igreja dos capetas Não sei porque este Bispo aproveita do Santuário para pregar o Comunismo. Certamente era da turma da propina dos tempos de lula e cia. Como Católica ultra direita , não me sinto representada por este Bispo Satanás .

  4. Se ele tivesse filho talvez teria outra opinião. Esse indivíduo não tem a menor ideia do que está falando , já que trata-se de um experimento e as crianças estão em fase de desenvolvimento de crescimento. Meu Deus que absurdo !

  5. Este é um triste exemplo do que se transformou grande parte dos bispos/dirigentes da Igreja Católica, um exemplo de ignorância, obscurantismo e arrogância. Pedir para vacinar crianças que não são o segmento mais vulnerável no caso deste vírus e com poucos dados de pesquisa que apoiam esta medida e mais preocupante, com muitos relatos de jovens e crianças com problemas depois de vacinados. Além disso, ao fazer política em vez de cuidar de todos os católicos como fez Jesus, inclusive os de direita que são execrados por ele (Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus), se preocupam com a queimada do Pantanal e da Amazônia, desconhecendo que estamos em período de muita chuva, quando simplesmente não ocorre queimada. Isto é uma pequena demonstração da enorme alienação deste senhor a respeito do mundo real. Tristes tempos para a Igreja Católico com peseudolíderes como este pasmem, administra a principal catedral da nossa fé.

  6. Inadmissível representantes da Igreja, darem opinião política. Parecem não estar preocupados com a debandada do rebanho. Ele deveria estar confortando e ajudando, com a riqueza da igreja católica, a população que passa fome com o fica em casa,economia se vê depois e os que perderam entes queridos para está praga épica, estas sim funções de um padre e de uma igreja.

  7. Esse f.d.p. não passa de mais um vigarista dessa igreja do satanás comunista. Vá vacinar seus filhos incestuosos de canalha f.d.puta.

  8. Vacina q n protege ninguém e está comprovado pelos milhares q tomaram e se infectaram, mas os demônios insistem em tentar convencer a sua aplicação nas crianças. Descartam quisquer estudos q n aconselham seu uso nesta faixa etária, ignoram q esta vacina está em estudo e levará anos p que seja aprimorada e declarada eficiente e segura. Importante é propagar a mentira, confundir a população, criar regras p torná-la obrigatória. Uma coisa é certa, hão de pagar caro por isso e esperamos q n seja em outra encarnação mas nessa aqui na terra. Cambada de vagabundos, recalcados, insanos e comunistas FDP. E esse arcebispo e mais um a representar o que de pior representa essa ceita maldita das trevas.

  9. Tempos estranhos. Tempos de anti-cristos. E vai dermorar para terminar esses tempos sombrios onde os homens que mandaram propagar esse virus são poupados pelos anti-cristos da igreja.

  10. Como católico praticante, sou obrigado a reconhecer que certos padres exorbitam de suas funções, as quais deveriam se limitar ao apoio espiritual a seus seguidores, sendo errado meterem-se na política partidária.No caso específico desse arcebispo, reconheço que, via de regra, quando ele fica calado é um poeta, parafraseando o então craque Romário, hoje senador da República.

  11. Mais um “especialista” em vacinas.
    Resta cristalino que é muito mais do que uma crise sanitária. Os interesses são escusamente ocultos.

  12. Inquisição, venda de indulgências, perseguição aos cientistas, pedofilia, papa progressista.
    Lamento pelos que ainda levam a sério qualquer coisa que venha da igreja.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.