‘É um ajuntamento vergonhoso’, diz Fiuza sobre Lula e Alckmin

'O que significa essa junção horrenda? Em termos políticos, não significa nada', avalia o colunista da Revista Oeste
-Publicidade-
Guilherme Fiuza criticou proximidade entre Lula e Geraldo Alckmin, que discutem formação de chapa para 2022
Guilherme Fiuza criticou proximidade entre Lula e Geraldo Alckmin, que discutem formação de chapa para 2022 | Foto: Reprodução/YouTube

O jantar que reuniu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (que deixou o PSDB) pode ser classificado como “vergonhoso”. A afirmação é do comentarista Guilherme Fiuza, colunista da Revista Oeste, durante a edição desta segunda-feira, 20, do programa Os Pingos nos Is, da Jovem Pan.

“O que significa essa junção horrenda? Em termos políticos, não significa nada. Esse ajuntamento não é nada”, afirmou Fiuza. “É um somatório de oportunismo. É um ajuntamento vergonhoso.”

O comentarista lembrou de declarações de Alckmin em passado recente, apontando crimes cometidos pelo PT e dizendo que não ajudaria Lula a voltar “à cena do crime”.

-Publicidade-

 “É um trem fantasma. Uma coisa bem horrorosa, bem vergonhosa. Geraldo Alckmin está indo à cena do crime”, disse Fiuza. 

“Ele disse que o Lula queria voltar à cena do crime, mas ele voltou junto com o Lula. Ele estava em um jantar pela democracia em que a única coisa que não marcou presença foi a democracia”, completou o colunista de Oeste

Durante um comício nas eleições de 2018, Alckmin afirmou: “Vejam a audácia dessa turma. Depois de ter quebrado o Brasil, Lula diz que quer voltar ao poder, ou seja, quer voltar à cena do crime”. E ainda completou: Será que os petistas merecem uma nova oportunidade?”.

Em jantar promovido pelo grupo de advogados Prerrogativas — simpatizante declarado de Lula e do PT —, o ex-governador paulista esteve reunido com o petista e deu mais um passo na direção da construção de chapa que reúna os dois para a disputa das eleições do ano que vem. Lula seria o cabeça de chapa e teria Alckmin, seu antigo adversário, como vice.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

8 comentários Ver comentários

  1. Não creio que seja um ajuntamento vergonhoso, trata-se apenas de uma reunião da cúpula da bandidagem. Um dos protagonistas é o pequeno ladrão, que rouba merenda das crianças carentes e o outro é o grande ladrão que roubou a nação e quer voltar à cena do crime, para quê, adivinhem? Será que é para repor aos cofres públicos o que roubou? Então é isso, não me surpreendo com isso daí, não.

  2. O que é mais triste do que esses dois unidos, já que não vão além de farinha de mesmo saco, é a constatação do que os cursos de Direito se tornaram ao longo das décadas de governos de terroristas, vagabundos e marginais; i.e., FHC, Lula e Dilma.
    Fizeram da área de humanas a sala de estar da doutrinação ideológica marxista/fabiana, trouxeram a DES_Educação freiriana para obstar a instrução mínima de qualidade que vinha sendo distribuída igualitariamente entre todos brasileiros, independentemente da profissão a ser praticada na fase adulta, e nos impuseram o esquerdismo; i.e., a inversão da realidade, de valores, a alienação e a idiotização. O Direito deixou de ser uma profissão neutra e com vistas às Leis, para se tornar num centro de agentes transformadores sociais, um bando desqualificados e desclassificados de Ativistas militantes para o que foram adestrados em seus cursos de formação.
    Temos muita luta pela frente, ondo o Ovo da Serpente, sem dúvidas, se encontra no MEC!

  3. Fiuza Boca torta, quando a noivinha do Aristides se filiou ao PL vc aplaudiu e falou que era uma coisa muito boa e teria mais tempo na TV. E que poderia melhorar a imagem da novinha do Aristides.

  4. Essa junção é um nojo. Independentemente do que acontecer, se vai prosperar a chapa, o fato é que o ex-governador Geraldo Alckmin está queimado. E ainda é capaz do ex-presidente, ex-presidiário e maior ladrão da República, na hora H, convidar outra pessoa para compor a chapa.

  5. Fiúza é um dos comentaristas mais f….. que andam por aí hj em dia, porém, é inegável sua frustração ao falar do que se tornou, ou melhor, do que finalmente saiu de dentro do armário, que são os tucanos, de plumagem toda vermelhinha e agora sem a fantasia de bonzinhos que conseguiram emplacar e enganar por décadas. Pois bem, Fiúza hj chora por ter sido enganado por tanto tempo, fica assim não meu chapa, por aqui nós tbm acreditávamos que eles eram “de direita” rssss …. veja vc, que loucura hein!!!

  6. Fiúza eu realmente gosto muito de seus comentários; mas ninguém está voltando à cena do crime; vamos jogar detetive:
    Lula, com o petrolão, na presidência usando a Odebretch.
    Alckmin, com o rodoanel, no governo de SP usando a Dersa.
    Não tem essa de menos inocente ou mais ou menos biografado.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.