Educação no Brasil avança, mas apenas ensino fundamental cumpre meta

Ensino Médio teve, em 2019, o maior salto desde 2005
-Publicidade-
Escola Estadual  Rui Bloem, na zona sul de São Paulo. | Foto: Paulo Liebert/Estadão Conteúdo
Escola Estadual Rui Bloem, na zona sul de São Paulo. | Foto: Paulo Liebert/Estadão Conteúdo

Ensino Médio teve, em 2019, o maior salto desde 2005

educação
Escola Estadual Rui Bloem, na zona sul de São Paulo. | Foto: Paulo Liebert/Estadão Conteúdo

O Brasil avançou no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) em todas etapas de ensino, mas apenas nos anos iniciais do ensino fundamental, do 1º ao 5º ano, cumpriu a meta de qualidade nacional estabelecida para 2019.

-Publicidade-

Os resultados foram divulgados nesta terça-feira, 15, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Medido a cada dois anos, o Ideb é o principal indicador de qualidade da educação brasileira.

LEIA MAIS: Bolsonaro proíbe Renda Brasil e ameaça ‘cartão vermelho’ na equipe econômica

Etapas

  • 1º ao 5º ano – o índice passou de 5,8 em 2017 para 5,9, em 2019, superando a meta nacional de 5,7 considerando tanto as escolas públicas quanto as particulares.
  • 6º ao 9º ano – índice avançou de 4,7 para 4,9. No entanto, ficou abaixo da meta fixada para a etapa, 5,2.
  • Ensino Médio – passou de 3,8 para 4,2, ficando também abaixo da meta, que era 5.

Ensino Médio

O ensino médio teve, em 2019, o maior salto no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) desde 2005. Apesar do avanço, no entanto, a etapa não alcançou a meta prevista para o ano.

O ensino médio é considerado historicamente como a fase escolar mais crítica da educação básica, pela alta taxa de abandono e pelo baixo nível de aprendizagem. Desde 2013, o ensino médio não atinge a meta do Ideb.

Embora tenha havido avanços em relação a 2017, o país não atinge a meta nessa etapa de ensino desde 2013.

Com informações da Agência Brasil

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

  1. Esse era o objetivo do governo, fortalecer a base da educação, não o ensino superior. Se uma criança aprender a gostar d estudar, ela vai levar isso p sua vida, vai estudar sempre. Quando o foco é no ensino superior a base q é a formação d tudo fica esquecida. Veremos o resultado disso não agora, mas nas próximas gerações. Demora mas nossos filhos e netos vão nos agradecer.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.